Adicionar aos Favoritos      Indique este Site domingo, 20 de outubro de 2019                                                                         
notícias
Clique para zoom
Aurel Bacs da Christie´s
Clique para zoom
A Refª 1527 da Patek Philippe
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
Recorde com Patek Philippe Ref. 1527

quinta-feira, 17 de junho de 2010

A casa leiloeira Christie´s alcançou um importante resultado no leilão 1372 no último dia 10 de Maio em Genebra. A segunda sessão da “Important Watches including a connoisseur´s vision” teve uma afluência de colecionadores e investidores fora do comum, com um número significativo de licitadores presentes na sala, e a partir dos quatro cantos do mundo, ao telefone e na Internet.


A expectativa de todos concentrava-se precisamente no lote 84, representado por um raro modelo de pulso cronógrafo e calendário perpétuo com fases da lua da Patek Philippe. Uma peça historicamente importante com caixa redonda em ouro 18 K com 37,6 mm, assinado “Patek Philippe & Co., Genève”. Tratava-se da refª 1527 de 1943, com um calibre de 13´´´, que ilustra a capa do livro de Giampiero Negretti & Paolo de Vecchi “Patek Philippe Complicated Wrist Watches”, e descrito nas páginas 102 e 103. Acompanhava o modelo um documento de autenticidade extraído dos arquivos da Patek Philippe que atesta a origem do modelo produzido em 1943 e vendido a 22 de Agosto de 1946.

O modelo concentrava a maioria das atenções não só pela sua raridade mas também pelo valor base a que era submetido a leilão pela Christie´s e que definia um parâmetro entre 1.500.000 Chf e 2.500.000 Chf. Ambos estes dados permitiam já antever um arremate histórico, uma previsão sobre a qual Aurel Bacs, o diretor da famosa leiloeira para a área da relojoaria, não tinha qualquer dúvida.



A Ref. 1527 da Patek Philippe

Num mundo ligado entre si permanentemente, onde virtualmente cada pedaço de informação está à distância de apenas um clique, é raro haver histórias que ainda não foram escritas e publicadas, que não são de domínio público por parte de uma audiência mais vasta. Mais ainda, quando nos últimos anos temos assistido à publicação no domínio da relojoaria de inúmeros livros que abordam um número impressionante de modelos, da autoria dos mais notáveis relojoeiros e marcas.

A Ref. 1527 da Patek Philippe, um modelo conhecido apenas por alguns colecionadores desde há exatamente 20 anos, quando foi proposto pela primeira e única vez em leilão, foi sempre conhecido como um cronógrafo com calendário perpétuo único de “tamanho grande”. Esta discrição estava longe de fazer justiça a esta peça excepcional e antecessora histórica de gerações futuras de relógios de pulso complicados da Patek Philippe.

A manufatura de Genebra apresentou pela primeira vez em 1941, na feira de Basel, a hoje mítica referência 1518. Era na sua época o primeiro relógio de pulso construído em série a integrar um calendário perpétuo, indicação de fases da lua e cronógrafo. Um modelo facilmente reconhecível pelas suas proporções de caixa masculinas, mas também clássicas, com as garras elegantemente integradas ao corpo principal. As laterais atribuíam à caixa uma aparência algo cilíndrica, e o mostrador era claramente definido pela numeração arábica e pelas escalas periféricas dedicadas ao cronógrafo.

A Ref. 1518 manteve-se em produção ao longo de mais de uma década, até o lançamento da Ref. 2499. Esta última representou uma mudança radical no design com garras mais proeminentes, agora curvadas para baixo e destacadas por um degrau, que seguiam uma tendência de design mais de acordo com as modas que marcaram esta época.

Mas a Ref. 1527, à qual corresponde o modelo aqui abordado, terminado em 1944 às vésperas do fim da Segunda Guerra Mundial, assemelhava-se mais ao congêneres “bem comportados” da década de 40, destacando-se no entanto pela sua caixa de design e proporções “avant-garde” que apenas voltariam a ser utilizadas pela Patek ao fim de mais uma década. A caixa era mais arredondada do que a Ref. 1518 e as garras tinham crescido em comprimento e ângulo, descendo suavemente em direção ao pulso do utilizador.

A substituição de linhas arquiteturais por outras bem mais arredondadas e naturais permitiram ao modelo não só crescer em dimensão em relação à Ref. 1518, mas envolveram-no também com uma aparência muito mais sensual e quase voluptuosa. Os impressionantes (para a época) 37,6 mm de diâmetro excediam os da Ref. 1518 em mais de 2,5 mm, uma diferença substancial.

É interessante verificar que a partir de meados da década de 50, se reconhece novamente a mesma caixa e forma de garras noutros modelos da Patek, onde se destaca a lendária Ref. 2526 (primeiro modelo de pulso automático como mostrador esmaltado da manufatura). A Ref. 1527 estava assim pelo menos 10 anos adiantada em termos de design da caixa, representando um importante percursor para futuras gerações de modelos.

No entanto, e até muito recentemente, o modelo agora submetido a leilão pela Christie´s não estava classificado devido a não só não possuir um número de modelo, como não existiam modelos similares na produção da Patek da década de 40. Ao longo dos meses que antecederam o leilão, foram empreendidas pesquisas que acabaram por identificar o modelo como sendo uma Ref. 1527, um número de modelo cuja existência se desconhecia até há apenas seis anos atrás. Foi de fato em 2004 que a Patek adicionou ao seu excepcional museu um calendário perpétuo de pulso que pertencera a Henri Stern, o pai do atual presidente honorário Philippe Stern.

O modelo, descrito na sua vitrina como tendo sido uma encomenda especial de Charles Stern, apresenta o mesmo estilo de caixa, mas não integra o mecanismo de cronógrafo, “apenas” a indicação de fases da lua e o calendário perpétuo. Consequentemente, o relógio não só é um de apenas duas Ref. 1527 alguma vez construídas, como também, tal como o exemplar exposto no museu da manufatura, uma peça única certamente acabada por pedido especial feito por um cliente importante.

Em 1944, após o desaparecimento de Charles Stern, a peça atualmente no museu da marca foi herdada por Henri Stern, que a usou ao longo da sua vida. Philippe Stern recebeu o relógio em 2002, o ano da morte do seu pai, e decidiu doá-lo ao museu da sua própria empresa para exposição permanente.

Durante o século XX, com o avanço da industrialização da relojoaria, dedicada apenas ao benefício da fiabilidade e redução de custos, o individualismo na arte relojoeira foi-se perdendo gradualmente. Alguns dos maiores clientes da manufatura de Genebra da primeira metade do século XX, como Henry Graves Jr. e James Packard, contribuíram através das suas encomendas para a invenção e a criação de algumas das mais excepcionais peças únicas já construídas.

Desde os anos 40, não só devido à mudança do panorama político e consequentemente econômico do mundo, estas encomendas estavam gradualmente desaparecendo. Como consequência, a Ref. 1527 submetida a leilão pela Christie´s representa um marco na história da relojoaria de pulso complicada da Patek Philippe, e é também um dos mais belos e valiosos relógios de pulso a ter permanecido até este leilão em mãos privadas.

Quão valioso? Aurel Bacs terminou o leilão com um emocionado golpe de martelo e a certeza de que os 6.259.000 CHF (US$ 5.708.885) alcançados representam atualmente o devido valor de uma peça tão excepcional.
 
Topo
Mais Notícias:
09/10/2019 - Label Noir - Uma visita à sede da Label Noir
 
09/10/2019 - Label Noir - A visit to the headquarters of Label Noir (in English)
 
04/10/2019 - Jaeger-LeCoultre - Gyrotourbillon 3 Meteorite
 
23/09/2019 - Harry Winston - Histoire de Tourbillon 10
 
10/09/2019 - Bvlgari - Baselworld 2019 - Octo Finissimo Chronograph GMT
 
09/09/2019 - Bell & Ross - Nova coleção BR 05
 
04/09/2019 - Audemars Piguet - Millenary Frosted Gold Philosophique
 
03/09/2019 - Voutilainen - Baselworld 2019 - O excepcional 28ti
 
29/08/2019 - Montblanc - Em Xangai, a Montblanc lançou seus novos relógios femininos
 
28/08/2019 - De Bethune - Baselworld 2019 - DB21 Maxichrono Réédition
 
23/08/2019 - Jaeger-LeCoultre - Polaris Date
 
19/08/2019 - Cyrus - Baselworld 2019 - Klepcys Vertical Skeleton Tourbillon
 
16/08/2019 - Maximilian Büsser & Friends - Legacy Machine FlyingT
 
13/08/2019 - Greubel Forsey - GMT Quádruplo Turbilhão
 
08/08/2019 - Panerai - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2019

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais