Adicionar aos Favoritos      Indique este Site terça-feira, 22 de outubro de 2019                                                                         
notícias
Fotos divulgação
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Fotos Carlos E. Tiburcio Ramos
Clique para zoom
César Rovel e Richard Müller, da Erwin Sattler
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
Conjunto Régulateur Nautique

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

O novo conjunto Régulateur Nautique da Montblanc foi uma das grandes atrações do Salon International de la Haute Horlogerie (SIHH) em Genebra.


A medida precisa do tempo como hoje conhecemos surgiu para ser utilizada a bordo de navios em alto-mar. Muito antes da navegação auxiliada por satélites, relógios muito precisos eram os únicos instrumentos que permitiam a um marinheiro determinar sua posição exata no mar, ou seja, sua latitude e sua longitude.

Esta é a razão pela qual a manufatura Montblanc Villeret dedicou-se a este tema e buscou inovadoras ideias para refrescar a memória de aficionados por relógios sobre esta importante tradição. O resultado surge no novo conjunto Régulateur Nautique da Coleção Montblanc Villeret 1858. Cada conjunto consiste de um cronógrafo de pulso com mostrador regulador e dois fusos horários, e um grande relógio para navegação que, além de mostrar três fusos horários em seu mostrador regulador principal, também inclui um indicador de hora mundial.


O relógio de pulso Montblanc Régulateur Nautique Chronograph

Como seu nome indica, o cronógrafo de pulso do conjunto Nautique da Coleção Montblanc Villeret 1858 é um relógio com mostrador regulador. Suas funções e seu design oferecem fascinantes “insights” da história da navegação no alto-mar. A precondição essencial para isto é saber tanto a hora no porto de partida como na localização atual, ou seja, a indicação simultânea das horas em dois locais diferentes.


Mostrador regulador: a face da medida precisa do tempo

O mostrador regulador, com ponteiro central de minutos, submostrador para as horas às 12 horas e pequenos segundos, é uma homenagem aos extremamente precisos relógios de pêndulo que ainda no século XX eram usados para regular outros relógios, daí o nome “regulador”. Para garantir que a indicação dos segundos nunca fique oculta pelo lento ponteiro de horas, o último era posicionado separadamente do mostrador onde os segundos eram indicados. Relógios deste tipo também ficavam nos escritórios dos capitães de porto em todos os grandes portos do mundo.

Os capitães passavam pelo escritório pouco antes da partida. Sua última tarefa antes de deixar o escritório era sincronizar o cronômetro portátil de seu navio com o relógio regulador do capitão do porto de modo que a hora precisa mostrada neste relógio pudesse ser “carregada” ao longo da viagem. Naquela época, uma referência exata era indispensável para permanecer no curso em alto-mar.


Mostrador com profundidade

O novo relógio Montblanc da Coleção Villeret 1858 não possui um mostrador regulador do tipo que era frequentemente usado. Ele transforma seu mostrador com oito diferentes indicadores em uma experiência topográfica. O espetáculo da hora local e de origem, indicação dia e noite, cronógrafo com contador de 30 minutos, pequenos segundos e indicação combinada de reserva de marcha e nível de corda resulta em uma série de níveis. O mostrador é parcialmente recortado para exibir o granulamento circular manualmente executado sobre a platina do movimento, sobre o qual um conhecedor pode admirar as rodas dos mecanismos individuais.


Segundo fuso horário e indicação dia/noite

O ponto principal da navegação baseada na hora é saber a hora em dois diferentes fusos horários, isto é, a hora local atual e a hora no porto de onde o navio partiu. Com este conhecimento pode-se comparar a hora real da máxima elevação do sol sobre o horizonte (isto é, o meio-dia local) com a hora no porto de partida original e consequentemente calcular a sua correta longitude. É por isto que o cronógrafo de pulso Régulateur Nautique mostra a hora local através de um ponteiro de horas esqueletizado no interior de um pequeno círculo de horas na posição das 12 horas, sob o qual um ponteiro de horas indica a hora de origem (ou seja, a hora no porto de partida). Quando o relógio está no fuso horário de origem de seu dono, o ponteiro esqueletizado de horas fica sempre diretamente sobre o ponteiro azulado; quando o seu dono viaja para um diferente fuso horário, ele pressiona o botão às 10 para reposicionar o ponteiro das horas local em incrementos de uma hora até que ele exiba a hora correta para o novo fuso horário. Um submostrador de 24 horas com indicador dia/noite à 1 hora indica a hora no fuso de origem do usuário.


Cronógrafo mono-botão com controle de roda de colunas

O relógio de pulso do conjunto Régulateur Nautique mede breves intervalos na melhor tradição da manufatura. Seu cronógrafo Calibre MB M16.30 tem um grande ponteiro de segundos decorridos com seu eixo no centro do mostrador e um contador de 30 minutos às 3 horas. As funções do cronógrafo são controladas de forma clássica por uma roda de colunas e acoplamento horizontal.

As alavancas do cronógrafo são meticulosamente feitas à mão, com suas superfícies de contato cuidadosamente examinadas sob uma lupa enquanto as funções de “stopwatch” são operadas. Então, gradualmente elas são lixadas à mão à precisão do centésimo de milímetro. Os componentes de aço e a ponte do cronógrafo no típico formato em “V” da Minerva são manualmente chanfrados e polidos. As alavancas são lixadas em contato com uma pedra de fino grão. As pontes são manualmente decoradas com Côtes de Genève. O grande balanço com parafusos e espiral Phillips oscila na clássica frequência de 18.000 alternâncias por hora (2,5 hertz), o que permite a este cronógrafo medir precisamente tempos intermédios com precisão de um quinto de segundo. O stopwatch é operado através de um botão na coroa: este único botão dispara sequencialmente as funções de início, parada e retorno a zero.


Indicação de reserva de marcha e estado de corda

Uma genuína inovação na relojoaria mecânica é encontrada na metade inferior do mostrador, onde a grande indicação da reserva de marcha utiliza um par de ponteiros para indicar dois importantes itens de informação sobre a autonomia de funcionamento. Este indicador é absolutamente indispensável para um relógio para navegação porque a navegação confiável somente é assegurada se o relógio for regularmente carregado e nunca parar de funcionar ao longo da viagem. Isto é garantido pela observação diária do indicador exclusivamente combinado de reserva de marcha estado de corda, que não apenas mostra se a mola principal ainda possui energia suficiente, mas também indica claramente quantas horas restam antes que o relógio exija corda manual. Os relojoeiros distinguem três diferentes estados para a mola principal em um relógio mecânico.

Na zona “normal”, a mola tem energia suficiente para uma boa amplitude do balanço e assim assegurar boa precisão de marcha. Na chamada “zona de corda”, a mola ainda tem suficiente energia para manter o movimento funcionando, mas não consegue manter uma boa amplitude. O terceiro estado ocorre quando a mola está completamente relaxada e o movimento não funciona mais. A indicação de reserva de marcha e estado de corda combinadas do Montblanc Régulateur Nautique distingue entre os dois primeiros estados: se a reserva de marcha está em uma zona favorável, os dois ponteiros estão sobrepostos e expressam a duração restante da reserva de marcha como um certo número de horas. Se a tensão da mola tiver declinado a ponto de não poder manter uma amplitude favorável do balanço (indicado pelo termo Francês “Bas”), o ponteiro superior para e o inferior, vermelho, se move para a zona vermelha, assim indicando que o relógio deve receber novamente a corda manual. Para exibir esta complexa e importante informação, a Montblanc Villeret desenvolveu especialmente um mecanismo patenteado com 19 peças, do qual – além dos dois ponteiros – pode ser visto o rack em aço azulado com um ponta na forma de seta que lembra a tradicional logomarca Minerva.


Exclusivas edições em ouro vermelho e branco

O movimento mecânico complicado e de refinado acabamento é abrigado em uma bela caixa de ouro. Com clássica construção tripartite, ela tem 43,5 milímetros de diâmetro e garras suavemente curvadas, uma coroa canelada de fácil manipulação com um botão embutido para o cronógrafo (mono-botão), e um botão às 10 horas para avançar o ponteiro do segundo fuso horário em incrementos de 1 hora. O aro côncavo fixa um cristal curvado com revestimento antirreflexos em ambas as superfícies para assegurar uma ótima visão do complexo mostrador tridimensional logo abaixo. O fundo parafusado com seu painel transparente de safira oferece uma bela visão do verso do movimento, que exibe o mecanismo de cronógrafo com acabamento manual e um grande balanço. O modelo possui uma pulseira de couro de aligátor na cor marrom escuro e fecho de ouro vermelho para o modelo em ouro vermelho; azul marinho com fecho em ouro branco para a segunda versão.


O relógio de coluna Montblanc Régulateur Nautique

A navegação em alto-mar teve importância crucial para a evolução da medição precisa do tempo. Então, a Montblanc deu ao cronógrafo de pulso uma digna companhia que idealmente poderia ser usado a bordo de um iate particular, mas que também atrairá admiradores em terra firme.

As dimensões e os materiais do relógio de coluna Montblanc Régulateur Nautique certamente elevarão a pulsação de donos de iates e aficionados por relógios ao redor do globo. O relógio tem 93 cm de altura, 56 cm de diâmetro e pesa 120 quilogramas. Ele possui uma base de granito, latão maciço, alumínio e fibra de carbono. Seu mecanismo foi fabricado com o mais fino aço, latão e rubis de acordo com todas as regras e da arte relojoeira. Trata-se tanto de uma primorosa obra de arte como de um notável instrumento científico.

A pesada base de granito com estruturas suavemente curvadas em alumínio e fibra de carbono garantem que este nobre relógio permaneça firme como uma rocha, seja estando sobre o piso imóvel de uma biblioteca em casa ou no assoalho da cabine de um barco que balança constantemente. Este grande relógio é bem equipado para atender às diferentes exigências da vida a bordo de um barco e em terra firme porque ele pode oscilar em qualquer direção graças à suspensão cardânica no interior de uma gaiola de latão revestido de níquel. Mesmo quando o barco pende para um lado, o relógio permanece na horizontal e indica o adernamento do barco com uma seta que aponta para baixo sobre uma escala de 0 a 27 graus: uma perfeita união de estética e função náutica.

Naturalmente, este grande relógio para navegação é apenas a metade de cada conjunto Montblanc Régulateur Nautique; em uma das colunas que suportam o relógio está uma suspensão cardânicia menor, dentro da qual o cronógrafo de pulso pode ser colocado quando não estiver sendo usado. O relógio de pulso é mantido em segurança: não importa o quão violentamente as ondas possam castigar, ele mantém continuamente sua posição horizontal, onde fica imune aos efeitos nocivos do chamado “erro de centro de gravidade”.


Mostrador com fusos horários como auxiliar de navegação

A face sob o cristal curvado segue o padrão do relógio de pulso, mas o mostrador muito maior fornece amplo espaço para três fusos horários. A hora no porto de partida é mostrada em um submostrador de 24 horas às 9 horas; a hora no porto de destino surge em outro submostrador de 24 horas às 3, e a hora local atual é indicada no mostrador principal, que é disposto no clássico modo regulador com um grande ponteiro de minutos no centro e um submostrador para as horas às 12. Imediatamente ao lado está o pequeno indicador de segundos.

Como no relógio de pulso, aqui também uma indicação combinada de reserva de marcha e zona de corda lembra o dono de regularmente dar corda ao relógio, embora esta prazerosa tarefa seja necessária apenas uma vez a cada quinzena. As mencionadas indicações são ampliadas por um relógio de hora mundial: suas escalas de 24 horas e duas dúzias de nomes de portos giram sob a suspensão cardânica e são visíveis apenas pela lateral. Iluminação em LED azul banha todo o conjunto com uma luz sedutora, misteriosamente reluzente. A função hora mundial se torna especialmente exclusiva e individualizada se o dono não quiser e escala padrão de nomes, mas substituí-la com nomes de locais de sua preferência. Por exemplo, ele pode escolher Genebra ao invés de Paris; Hoboken, New Jersey ao invés de Nova Iorque; ou Osaka, ao invés de Tóquio. Em uma versão individualizada, o conjunto Régulateur Nautique se transforma de parte de uma edição limitada em um conjunto absolutamente único.


Relojoaria mecânica de acordo com todas as regras de manufatura

Como parceiro para a produção deste impressionante relógio para navegação, a Montblanc uniu forças com a renomada fabricante de relógios de coluna Erwin Sattler, que está entre as mais refinadas em seu “métier”. A construção do mecanismo, funcionalidades e design exibem todas as características de excepcional arte horológica e alta qualidade de manufatura. As engrenagens douradas brilhantes são laboriosamente produzidas em um método de múltiplas etapas que exige que cada dente seja individualmente e sequencialmente fresados do sólido bloco de latão. A produção de uma única roda exige muitos minutos de trabalho, seguidos de outro demorados passos de acabamento tais como rebarbação, polimento das superfícies das rodas e dos flancos dos dentes e revestimento com ouro, que protege as rodas contra corrosão e dão a elas superfícies de alto brilho que reduzem o atrito.

A autonomia de 360 horas exige um grande tambor com longa mola principal. Compensação para o contínuo declínio de torque na mola é obtida pela chamada “transmissão fuseau”, que transfere energia para a primeira roda do trem de engrenagens através de um cabo enrolado em um “fusee” de formato cônico. Conforme a energia do tambor diminui, o raio afilado do fusee continuamente altera a alavancagem ativa de forma que um igual momento de força possa ser transmitido para o trem de engrenagens a despeito da constante redução do torque da mola. Esta transmissão de energia é regulada por um escapamento de âncora Suíço e um balanço com parafusos com espiral azulada. O balanço e sua espiral, que oscilam à clássica frequência de 2,5 hertz (18.000 alternâncias por hora), são visíveis através de uma abertura no mostrador à 1 hora.


Apenas dezesseis conjuntos do Montblanc Régulateur Nautique serão produzidos – oito com cronógrafos de pulso em ouro vermelho e outros oito em ouro branco. Estes exclusivos conjuntos estarão disponíveis nas boutiques Montblanc e em seletos Agentes em Junho de 2012.
 
Topo
Mais Notícias:
09/10/2019 - Label Noir - Uma visita à sede da Label Noir
 
09/10/2019 - Label Noir - A visit to the headquarters of Label Noir (in English)
 
04/10/2019 - Jaeger-LeCoultre - Gyrotourbillon 3 Meteorite
 
23/09/2019 - Harry Winston - Histoire de Tourbillon 10
 
10/09/2019 - Bvlgari - Baselworld 2019 - Octo Finissimo Chronograph GMT
 
09/09/2019 - Bell & Ross - Nova coleção BR 05
 
04/09/2019 - Audemars Piguet - Millenary Frosted Gold Philosophique
 
03/09/2019 - Voutilainen - Baselworld 2019 - O excepcional 28ti
 
29/08/2019 - Montblanc - Em Xangai, a Montblanc lançou seus novos relógios femininos
 
28/08/2019 - De Bethune - Baselworld 2019 - DB21 Maxichrono Réédition
 
23/08/2019 - Jaeger-LeCoultre - Polaris Date
 
19/08/2019 - Cyrus - Baselworld 2019 - Klepcys Vertical Skeleton Tourbillon
 
16/08/2019 - Maximilian Büsser & Friends - Legacy Machine FlyingT
 
13/08/2019 - Greubel Forsey - GMT Quádruplo Turbilhão
 
08/08/2019 - Panerai - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2019

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais