Adicionar aos Favoritos      Indique este Site quarta-feira, 16 de outubro de 2019                                                                         
notícias
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Relógio D’Aéronef Zenith Type 20 Histórico
Clique para zoom
Clique para zoom
Relógio histórico de Louis Blériot

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
Pilot Montre D’Aéronef Type 20

terça-feira, 20 de março de 2012

Os relógios para pilotos foram o grande destaque da Zenith em Baselworld 2012. Entre os novos modelos Pilot, o “Montre D’Aéronef Type 20” é certamente um relógio impossível de passar desapercebido.




No início do século 20, o desenvolvimento da navegação aérea cria necessidades específicas em termos de peças de precisão para os aviões e os balões dirigíveis que atravessam os oceanos e sobrevoam os Polos. A Manufatura Zenith faz parte dos primeiros construtores de instrumentos de voo. Os seus relógios personificam a ambição que motiva os aviadores: o desejo da conquista, de controlar a distância e querer superar-se, que se reflete na precisão dos contadores e dos relógios que acompanham as suas aventuras. Os relógios Zenith estão à altura das exigências técnicas impostas pela aviação: resistir às variações de temperatura, aos campos magnéticos e às vibrações da aeronave continuando, ao mesmo tempo, a ser fiáveis e precisos, robustos e legíveis. Um relógio de voo Zenith, além de ser um instrumento de bordo, torna-se o fiel copiloto que auxilia o aviador e garante a sua segurança. Como tal, nos anos 30 e 40, o relógio Zenith Montre d’Aéronef Type 20 equipa muitos aparelhos, entre os quais os famosos aviões Caudron.

A coleção Pilot é, atualmente, a derradeira herdeira desses anos gloriosos da conquista aérea. Na sua mecânica concentram-se a experiência histórica da manufatura e a beleza conferida pela liberdade de voar. Esta coleção, que se destina aos apaixonados da aviação e da sua história, aos entusiastas de mecânica, aos amantes de grandes espaços, simboliza a descoberta e a exploração, o gosto pela aventura e o enriquecimento pessoal que esta confere.

Travessia do Canal da Mancha

Deixar no chão a praia de Sangatte. Pensar que descolar do solo é a primeira proeza. Virar as costas às linhas do litoral. Lançar-se. Onde depois da água haverá mais água. Onde a bruma, talvez, apagará o céu. Travar uma guerra harmoniosa contra os elementos. Vencer o vento, o ruído, o medo, a gravidade. Ser pequeno... e grande. Uma libélula de tela enfrentando as turbulências que abalam o cabo Blanc Nez. Um pequeno ponto, no céu. De longe, do tamanho de uma gaivota. Avistar as falésias de Dover.

Ter como alvo, o verde, tão antecipado, das planícies da costa inglesa. Aproximar-se dessa meia hora que foi uma eternidade. Recordar que o canal da Mancha era um oceano, um mundo. Prestar homenagem à formidável, à original, conquista do “mais pesado do que o ar”.

Zenith e Blériot

Calais, 25 de Julho de 1909, 4h15. Louis Blériot encontra-se a bordo do seu avião, o Blériot XI. O vento parou durante a noite e parece ser o momento propício para aceitar o desafio lançado pelo diário britânico Daily Mail: atravessar a Mancha em um aparelho voador. Sobrevoar 40 quilômetros de mar... Uma utopia para algumas pessoas, uma proeza que Blériot realiza em 37 minutos. Aquele que era denominado “o rei da sucata” converte-se em um pioneiro aeronáutica. Usa um Zenith no pulso...

Relógio D’Aéronef Zenith Type 20 Histórico

“Estou muito satisfeito com o relógio Zenith que uso habitualmente, e posso recomendá-lo às pessoas que se preocupam com a exatidão”. Estas são as palavras de Louis Blériot, no dia19 de Março de 1912. O seu relógio Zenith tem ponteiros e números luminosos que lhe permitem uma legibilidade ótima, e possui uma coroa que pode ser perfeitamente manuseada usando luvas. Um contador de segundos às 6h completa as informações temporais.

Desde 1939, o relógio de bordo Zenith Tipo 20, dotado de uma reserva de marcha de 36 horas, equipa a maior parte dos aparelhos franceses. A fiabilidade, robustez e precisão deste relógio são reconhecidas pelos construtores e pelos profissionais da aeronáutica, e está instalado nos painéis de bordo de numerosos aviões, nomeadamente nos modelos Caudron Simoun C.635, utilizados pelas forças armadas francesas como avião de treino e pela sociedade postal Air Bleu nas ligações internacionais e transatlânticas.

A sua caixa, de liga leve, encaixada no painel de instrumentos, possui um aro serrilhado que pode ser manuseado sem dificuldades, permitindo dar corda e acertar o relógio facilmente. No mostrador escuro encontram-se os números luminosos perfeitamente encaixados, sendo a legibilidade o objetivo principal. O pequeno ponteiro dos segundos está situado às 6h, e os ponteiros das horas e dos minutos, igualmente luminosos, mostram a hora claramente sem deixar dúvidas.

O movimento mecânico possui um balanço bimetálico acoplado a uma espiral auto-compensadora e antimagnética e um escape de âncora suíço. Elementos essenciais para satisfazer às exigências de fiabilidade e precisão requeridas pela aviação.

Pilot Montre D’Aéronef Type 20

A homenagem ao antepassado é evidente. O novo Pilot Montre d’Aéronef Type 20 inspira-se nas lições do passado para juntar no presente a proeza técnica e reinterpretar os códigos de um sucesso de alto nível.

Relógio de bordo original

O relógio imenso, como o céu que procura conquistar, situa o tempo em um espaço amplo, deixando-o marcar as horas com segurança. A caixa de 57,5 mm de diâmetro, concebida em titânio para contrabalançar o peso do movimento que guarda, possui as qualidades de um instrumento destinado a enfrentar o céu.

A coroa com ranhuras lembra as coroas dos antigos relógios de aviador que permitiam efetuar ajustes no relógio sem tirar as luvas. A geometria das asas, depuradas ao extremo, é acentuada pelo espaço de 27 mm, onde está encaixada a pulseira de couro com acabamento sombreado totalmente costurada à mão. O mostrador negro também lembra o passado onde os elementos luminosos facilitam a leitura. Sob o imponente vidro de safira, com tratamento antirreflexos nos dois lados, a volta das horas em relevo é formada por blocos inteiros de SuperLuminova, sobrevoados por ponteiros também revestidos com matéria fosforescente.

O contador dos segundos está situado às 9h e o da reserva de marcha às 3h, proporcionando um belo equilíbrio visual. A estética contenta-se com o essencial para permitir uma leitura perfeita do tempo, relembrando o espírito e a funcionalidade dos relógios de bordo tradicionais.

Cronômetro

O fundo transparente revela o movimento mecânico de corda manual 5011K. O diâmetro de 50 mm permite acabamentos de exceção, como os 19 rubis e o amplo padrão linear “Côtes de Genève” que decoram as pontes revestidas de ródio. Certificado como cronômetro, possui as mesmas características do célebre calibre de bolso 5011, um grande sucesso da Zenith nos anos 60. Em 1967, o Observatório de Neuchâtel atribuiu-lhe o recorde de cronômetro mais preciso apresentado até então. Desde então, foi produzido para equipar relógios de concurso, cronômetros de marinha, relógios de bolso e relógios de escolas de relojoaria.

O calibre 5011, oscilando a 18.000 vibrações por hora, é dotado de um dispositivo independente de parada dos segundos para a sincronização da hora. Equipado com antichoque no eixo do balanço e no do escape, regulação fina, espiral Breguet auto-compensadora e antimagnética, possui também um porta-píton móvel, regulador com duas setas e sistema de fixação da tige do tipo Zenith, atributos que lhe permitem garantir um desempenho excelente, sem perder o seu espírito vintage.


Pilot Montre d’Aéronef Type 20 - Características técnicas

Referência 95.2420.5011/21.C723 - Série limitada a 250 exemplares

Movimento
Calibre 5011K, corda manual, diâmetro de 50 mm, altura 10 mm, 134 componentes, 19 rubis, cadência de 18.000 vib/h, reserva de marcha de 48 horas, certificado COSC

Funções
Horas e minutos no centro, pequeno segundos às 9h, reserva de marcha às 3 horas

Caixa
Titânio grau 5 polido e acetinado, diâmetro 57,5 mm, estanque a 3 atm, fundo safira

Mostrador
Negro fosco com numerais e ponteiros revestidos com SuperLuminova

Pulseira
Couro de vitela costurada à mão, fivela em titânio
 
Topo
Mais Notícias:
09/10/2019 - Label Noir - Uma visita à sede da Label Noir
 
09/10/2019 - Label Noir - A visit to the headquarters of Label Noir (in English)
 
04/10/2019 - Jaeger-LeCoultre - Gyrotourbillon 3 Meteorite
 
23/09/2019 - Harry Winston - Histoire de Tourbillon 10
 
10/09/2019 - Bvlgari - Baselworld 2019 - Octo Finissimo Chronograph GMT
 
09/09/2019 - Bell & Ross - Nova coleção BR 05
 
04/09/2019 - Audemars Piguet - Millenary Frosted Gold Philosophique
 
03/09/2019 - Voutilainen - Baselworld 2019 - O excepcional 28ti
 
29/08/2019 - Montblanc - Em Xangai, a Montblanc lançou seus novos relógios femininos
 
28/08/2019 - De Bethune - Baselworld 2019 - DB21 Maxichrono Réédition
 
23/08/2019 - Jaeger-LeCoultre - Polaris Date
 
19/08/2019 - Cyrus - Baselworld 2019 - Klepcys Vertical Skeleton Tourbillon
 
16/08/2019 - Maximilian Büsser & Friends - Legacy Machine FlyingT
 
13/08/2019 - Greubel Forsey - GMT Quádruplo Turbilhão
 
08/08/2019 - Panerai - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2019

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais