Adicionar aos Favoritos      Indique este Site terça-feira, 29 de setembro de 2020                                                                         
notícias
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
A nova coleção Rendez-Vous

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Rendez-Vous é o nome da nova coleção feminina da Jaeger-LeCoultre, um relógio inspirado pela presença da atriz Diane Kruger como embaixatriz da manufatura de Le Sentier.


Juntamente com a batida regular de seu movimento de manufatura, concentra toda a criatividade que sempre marcou a história da Grande Maison. Mais que um relógio... é um rendez-vous – um encontro.

Nascida no coração do Vallé de Joux, berço da Alta Relojoaria Suíça, muito longe do burburinho urbano em que o tempo não se conta mas sim passa voando incontrolavelmente, a coleção Rendez-Vous faz jus às suas origens.

Nela se concentra o “savoir-faire” que a Jaeger-LeCoultre desenvolveu ao longo dos últimos 180 anos. Nela se realiza a autêntica relojoaria: a que transcende o tempo para dominá-lo. Nela se lê o encanto das mais belas criações: as que dão lugar à técnica e à estética até integrá-las com formidável naturalidade.

Sua feminilidade é notada até no menor detalhe de sua silhueta. Em perfeita simbiose, a caixa e o mostrador oferecem ao movimento mecânico um palco à sua altura.

O calibre de corda automática, inteiramente concebido, produzido e montado no interior das oficinas da Jaeger- LeCoultre, realça um indicador dia/noite em um plano com guilloché feito à mão, respeitando a mais pura tradição da Alta Relojoaria.

O tempo se instala serenamente entre o brilho de um aro engastado com diamantes que ilumina cada um dos instantes que passam.

Resultado do encontro de Diana Kruger com a Manufatura em 2009, a coleção Rendez-Vous presta homenagem à personalidade da atriz. Sua graça, seu espírito cosmopolita e suas escolhas inspiram o universo feminino da Jaeger-LeCoultre.

Um universo sem compromissos, cuja beleza e refinamento se expressam a cada vibração dos mecanismos que animam suas criações. Bailarina, modelo, atriz ou simplesmente mulher, Diane Kruger sabe dirigir cada momento de sua vida com segurança e determinação, reinventando-se continuamente sem perder a graça nem a elegância.

O mesmo se sucede com as criações femininas que escrevem a história da Jaeger-LeCoultre, que testemunham a incrível criatividade da marca.

Chegou a hora do encontro. Os olhares são atraídos pelo suave relevo do guilloché, deslumbrados pelo brilho dos diamantes ou seduzidos pela lenta dança do dia e da noite?... Cada mulher tem sua própria resposta...

Mas não se trata apenas de um detalhe, mas sim de todo o conjunto que compõe o relógio Rendez-Vous, que a convida a apropriar-se de um objeto que lhe corresponde. Influenciado pela Art Déco, que a Manufatura sempre soube interpretar para magnificar as horas, a coleção utiliza dois diâmetros, 29 e 34 mm, com trajes de ouro rosa ou de aço que enaltecem os mais belos acabamentos manuais.

Tributo aos anos 30, os numerais das horas criam o vínculo entre o “savoir-faire” da marca e uma criatividade renovada. Nos bastidores palpita com uma regularidade sem falhas o movimento mecânico de corda automática cuja massa oscilante e seu acabamento excepcional podem ser admirados através do cristal de safira do fundo da caixa.

A Jaeger-LeCoultre sempre dedicou um cuidado particular aos relógios femininos, tanto em sua estética como em seu mecanismo. Esta tradição remonta, em particular, aos primeiros movimentos redondos de muito pequeno diâmetro, como o Calibre LeCoultre 7HP criado nos anos 1880 e que equipou os relógios esmaltados, engastados com diamantes e pérolas, que em geral eram usados em torno do pescoço.

O século XIX assistiu ao florescimento do relógio de pulso. Ao contrário de uma ideia amplamente difundida, os primeiros relógios de pulso foram usados pelas mulheres antes de serem adotados pelos homens, que durante muito tempo preferiram a elegância presumida dos relógios de bolso. Naquela época, os vestidos sem mangas dos períodos do Diretório e do Império revelavam braços e pulsos, sugerindo aos joalheiros que os vestissem com joias.

Alguns tiveram a ideia de integrar um mecanismo relojoeiro. Assim nasceram os primeiros relógios de pulso, produzidos um a um e sob encomenda, com inspiração exclusivamente joalheira. Hoje, a coleção Rendez-Vous assina uma nova dedicatória ao tempo feminino. Vibrante, assumido, refinado.
 
Topo
Mais Notícias:
29/09/2020 - A. Lange & Söhne - 1815 Rattrapante Honeygold Homage to F. A. Lange
 
29/09/2020 - Baume & Mercier - Capeland Automatic Chronograph
 
28/09/2020 - TAG Heuer - Carrera Chronograph
 
23/09/2020 - Panerai - W&W Xangai 2020 - Submersible Goldtech Orocarbo 44 mm
 
22/09/2020 - MB&F - LM Split Escapement - MB&F x Eddy Jaquet
 
21/09/2020 - Bvlgari - Octo Finissimo Tourbillon Chronograph Skeleton Automatic
 
18/09/2020 - Audemars Piguet - Royal Oak Concept Flying Tourbillon GMT
 
15/09/2020 - GPHG 2020 - Os relógios indicados!
 
14/09/2020 - Konstantin Chaykin - Mars Conqueror Mk3 Fighter
 
05/09/2020 - Rolex - Novos Oyster Perpetual Submariner
 
30/08/2020 - Montblanc - Star Legacy Exo Tourbillon Skeleton
 
29/08/2020 - Swiss Creative Lab - Entrevista com Carlo E. Naldi
 
29/08/2020 - Swiss Creative Lab - Interview with Carlo E. Naldi
 
27/08/2020 - Louis Moinet - Space Revolution
 
27/08/2020 - Louis Moinet - Space Revolution - In English!
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2020

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais