Adicionar aos Favoritos      Indique este Site domingo, 20 de outubro de 2019                                                                         
notícias
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
Métiers d'Art - A Lenda do Zodíaco Chinês

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Em uma nova e extraordinária composição na contínua saga da coleção Métiers d'Art, a Vacheron Constantin apresenta A Lenda do Zodíaco Chinês - uma série apaixonante de relógios com base no ciclo de 12 anos. Ela começa com o modelo O Ano da Cobra, um símbolo da natureza periódica de tempo, sedução e requinte.


Desde a sua fundação, em 1755, a Vacheron Constantin tem se destacado no campo de preciosas técnicas ornamentais e cultiva estreitos laços com o artesanato. Este último oferece à manufatura de Genebra a oportunidade de realçar os seus valores fundamentais – incluindo, naturalmente, a sua constante busca pela excelência, bem como a abertura para o mundo, expressa através do apoio incondicional, tanto para formas nacionais quantos estrangeiras de expressão artística.


Corte de papel, no entrelace de duas culturas

A China, país com o qual a Vacheron Constantin começou a estabelecer uma relação de confiança em 1845, é famosa por uma série de descobertas, incluindo a invenção do papel. Foi também a China que iniciou a arte do corte de papel ou Jianzhi, uma técnica que aparece na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO, e inspirou o Scherenschnitt, arte popular de corte de papel nascida na região Pays d'Enhaut da Suíça.

Esculpidos em papel, de acordo com os princípios da Jianzhi, os animais do zodíaco chinês possibilitam uma notável demonstração da arte de usar espaços cheios e vazios. Um desafio que a Vacheron Constantin assumiu e traduziu para o campo da relojoaria, graças à habilidade de seus experientes artesãos.

Gravadores e esmaltadores trabalharam em pares alternados na linha O Ano da Serpente, os modelos criados em ouro rosa ou platina e lançados em duas séries limitadas de 12 peças, disponíveis exclusivamente nas boutiques próprias da marca.


Uma união contemporânea de técnicas artesanais tradicionais para um mostrador magnífico

O desenho da folha da clássica iconografia chinesa que aparece no mostrador foi gravado diretamente no metal. O padrão permanece semi-incorporado e se destaca de sua base de ouro por uma sutil cenografia de diversos relevos acentuados, criando um efeito de profundidade. As folhas levantadas parecem estar flutuando sobre o mostrador. Com a gravura de serpente, o artesão oferece uma expressão tangível da visão artística por trás da criação.

Em seguida, vem a etapa da esmaltagem Grand Feu, técnica criada em Genebra e que continua a ser uma arte muito rara, restrita a um número muito pequeno de artesãos. Ao aplicar o esmalte em camadas sucessivas, o especialista aumenta ainda mais a intensidade visual dos tons de azul e bronze dos mostradores.

A necessidade de se manter um controle minucioso da cor e as reações provocadas pelo processo de queima, que ocorre em um forno à temperatura de 800 a 900 °C, exige uma forma específica de raciocínio que leva anos para se desenvolver. A camada final de esmalte é então aplicada antes de uma operação de queima final, que vitrifica o mostrador e dá um efeito de brilho acetinado, o que confere uma definição adicional ao tema floral.

A cobra é delicadamente aplicada no centro do mostrador, como se estivesse prestes a saltar através do cristal de safira, criando assim um efeito verdadeiramente impressionante.


Um calibre notável com um mostrador original

A coleção A Lenda do Zodíaco Chinês Métiers d'Art expressa notáveis ofícios artísticos através do calibre Calibre 2460 G4. Em consonância com sua longa tradição de oferecer uma ampla variedade de mostradores originais, a Vacheron Constantin perpetua a arte da relojoaria, oferecendo um mostrador de tempo feito à mão livre.

Ele faz isso por meio de quatro janelas que revelam, respectivamente, a hora, os minutos, o dia da semana e data. As duas primeiras indicações são do tipo de arraste e as duas últimas do tipo saltante, e cada uma é exibida por uma das quatro aberturas dispostas em torno do tema central do mostrador.

Batendo a uma frequência de 28.800 alternâncias por hora, o movimento mecânico de corda automática é equipado com uma massa oscilante de ouro 22 quilates, adornada com um tema geométrico dinâmico inspirado na Cruz de Malta, o emblema histórico da marca.

Todos os seus componentes são tratados com acabamentos excepcionalmente sofisticados, que atendem aos critérios estabelecidos pelo Selo de Genebra - um dos maiores símbolos da relojoaria artesanal, criado em 1886 e reconhecido pelo mundo todo. Por ocasião do recente aniversário de 125 anos do selo, os 12 critérios originais que regem esta distinção foram atualizados. Tendo sido anteriormente aplicados apenas ao movimento, os novos critérios do Selo de Genebra agora certificam a excelência do relógio como um todo.

O modelo O Ano da Serpente, integrante da coleção Métiers d'Art - A Lenda do Zodíaco Chinês, é dotado da exclusiva alma dos relógios que ostentam o Selo de Genebra. Com esta coleção excepcional, a Vacheron Constantin tem a intenção de manter o especial diálogo já em curso com colecionadores e aficionados da alta relojoaria.



Métiers d’Art - A Lenda do Zodíaco Chinês – Ano da Cobra


Dados técnicos


Referências

86073/000P-9752 - Platina
86073/000R-9751 – Ouro rosa

Movimento

Calibre 2460 G4, desenvolvido e produzido pela Vacheron Constantin
Movimento mecânico, automático
Diâmetro de 31,00 mm (11 1⁄4 linhas)
Espessura de 6,05 mm
27 rubis
Frequência de 4Hz (28.800 alternância/hora)
237 componentes

Indicações
Horas, minutos, dia da semana e data

Reserva de marcha
Aproximadamente 40 horas

Caixa

Platina 950 / ouro rosa 18K 5N, com 40 mm de diâmetro, 12,74 mm de espessura
Fundo transparente de safira

Resistência à água
Testada à pressão de 3 atm (aproximadamente 30 metros)

Mostrador

Gravado à mão em ouro 18K, revestido com esmalte “Grand Feu” azul ou bronze Cobra gravada à mão em platina 950 ou ouro rosa 18K 5N

Pulseira

Em couro de Mississippiensis alligator azul-escuro ou marrom, grandes escamas quadradas, costurada à mão, acabamento de selaria. Fecho em platina 950 ou ouro rosa 18K 5N, de báscula com meia cruz de Malta


Edição limitada de 12 peças de cada modelo, Selo de Genebra
“2013” gravado no fundo de cada relógio

Disponível apenas nas Boutiques Vacheron Constantin
 
Topo
Mais Notícias:
09/10/2019 - Label Noir - Uma visita à sede da Label Noir
 
09/10/2019 - Label Noir - A visit to the headquarters of Label Noir (in English)
 
04/10/2019 - Jaeger-LeCoultre - Gyrotourbillon 3 Meteorite
 
23/09/2019 - Harry Winston - Histoire de Tourbillon 10
 
10/09/2019 - Bvlgari - Baselworld 2019 - Octo Finissimo Chronograph GMT
 
09/09/2019 - Bell & Ross - Nova coleção BR 05
 
04/09/2019 - Audemars Piguet - Millenary Frosted Gold Philosophique
 
03/09/2019 - Voutilainen - Baselworld 2019 - O excepcional 28ti
 
29/08/2019 - Montblanc - Em Xangai, a Montblanc lançou seus novos relógios femininos
 
28/08/2019 - De Bethune - Baselworld 2019 - DB21 Maxichrono Réédition
 
23/08/2019 - Jaeger-LeCoultre - Polaris Date
 
19/08/2019 - Cyrus - Baselworld 2019 - Klepcys Vertical Skeleton Tourbillon
 
16/08/2019 - Maximilian Büsser & Friends - Legacy Machine FlyingT
 
13/08/2019 - Greubel Forsey - GMT Quádruplo Turbilhão
 
08/08/2019 - Panerai - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2019

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais