Adicionar aos Favoritos      Indique este Site segunda-feira, 19 de agosto de 2019                                                                         
notícias
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
Richard Lange Calendário Perpétuo “Terraluna”

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Um dos grandes destaques do SIHH 2014, o Richard Lange Calendário Perpétuo “Terraluna” reúne a exigência de precisão, o espírito de invenção e a capacidade de desenho da A. Lange & Söhne em uma obra-prima da relojoaria.


Com indicação orbital das fases da Lua, calendário perpétuo com grande data, reserva de marcha de 14 dias e escape de força constante, este extraordinário relógio representa o ápice da arte relojoeira saxônica.

O Richard Lange Calendário Perpétuo “Terraluna” é igualmente impressionante em ambas as faces. No lado do mostrador, ele apresenta o desenho regulador dos relógios de precisão científicos em uma caixa de ouro vermelho ou de ouro branco com um diâmetro de 45,5 milímetros.

No verso, dispõe de uma indicação orbital das fases da Lua tão útil quanto inovadora, que representa ao mesmo tempo a constelação da Terra, Lua e Sol.


Três círculos para a hora

No Richard Lange Calendário Perpétuo “Terraluna”, o grande círculo dos minutos está situado no topo do mostrador. Os pequenos mostradores destinadas às horas e aos segundos encontram-se abaixo, à direita e à esquerda.

Como no Richard Lange Tourbillon “Pour le Mérite”, apresentado em 2011, o desenho foi inspirado em um grande modelo histórico: o regulador de Johann Heinrich Seyffert de 1807, procedente da famosa coleção de relógios do Salão das Ciências Matemáticas e Físicas.

Com suas geniais construções, Seyffert contribuiu para que Dresde se tornasse um centro da relojoaria de precisão no início do século XIX. O formato regulador era muito útil nos relógios de precisão utilizados nos serviços horários e nos observatórios astronômicos, assim como nas manufaturas relojoeiras, para sincronizar os novos relógios. Com efeito, este formato permitia uma consulta precisa dos minutos e dos segundos.


Quatro aberturas para a eternidade

Na típica grande data da Lange – aqui, a primeira em um modelo da família de relógios Richard Lange – duas pequenas aberturas mostram à esquerda os dias da semana e à direita os meses. Graças a esta disposição é possível abranger de uma só vez todas as indicações do calendário.

Seu programa mecânico não apenas reproduz exatamente a diferente duração de cada mês ao longo do ano natural, mas também leva em conta os anos bissextos até o ano 2100. Em uma pequena janela redonda à direita, junto ao 15 do círculo de minutos, encontra-se a indicação do ano bissexto. Todas as indicações do calendário avançam instantaneamente e deste modo podem ser consultadas com clareza a qualquer momento.

Para manter a força durante o processo de mudança a menor possível, a energia necessária é armazenada pouco a pouco através de uma came e liberada bruscamente à meia-noite.


A Lua em sua órbita

No verso do relógio descobrimos uma fascinante inovação técnica: a indicação orbital das fases da Lua, a ser patenteada, trazendo pela primeira vez em um relógio de pulso a correspondente constelação da Lua em relação à Terra e ao Sol. A indicação é composta por três discos. Sobre um disco celeste repleto de estrelas, a Lua, visível através de um recorte redondo, gira ao redor da Terra no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio.

Este mecanismo reflete com tal exatidão o período orbital sinódico de 29 dias, 12 horas, 44 minutos e 3 segundos que somente deverá ser corrigido em um dia ao cabo de 1.058 anos. Abaixo gira um disco lunar com duas representações da Lua nova. As diferentes fases da Lua podem ser observadas através de uma abertura no disco celeste. Na disposição, o balanço ocupa o lugar do Sol.

Na Lua nova, a Lua escura está entre a Terra e o Sol. Na Lua cheia, a Lua se apresenta na forma de um disco claro no lado oposto à Terra. Deste modo, pode-se consultar ao mesmo tempo a posição e a fase da Lua. No centro da indicação, a Terra gira sobre seu próprio eixo uma vez ao dia. No lado atribuído ao Sol, ou seja, ao balanço, é dia, enquanto que no lado oposto é noite. A escala de 24 horas ao redor oferece uma orientação temporal para o hemisfério Norte.

A exigência de precisão dos responsáveis pelo desenho do produto na Lange se manifesta não só na construção, mas também na configuração da indicação das fases da Lua, composta de três discos de ouro branco maciço. Para obter a exigente reprodução da fase orbital da Lua de forma equilibrada tanto expressiva como esteticamente, utilizaram um procedimento especial para o revestimento.

No disco celeste, por exemplo, um efeito de interferência absorve toda o espectro da luz incidente de cor não azul. O resultado é uma superfície azul-escuro na qual estão representadas mais de mil estrelas de alto contraste e perfeitamente contornadas.


Energia constante para duas semanas

Com duas poderosas molas principais, o duplo tambor fornece a reserva de marcha de 14 dias. Em tambores com semelhante reserva de energia, são necessárias especiais precauções técnicas para que a marcha se mantenha estável durante todo esse período de tempo.

Com efeito, com toda a corda dada, o torque seria demasiado elevado para poder ser transmitido diretamente ao escape e órgão regulador, e a precisão diminuiria ao final do período com a redução do torque. Um elaborado escape de força constante compensa ambos os efeitos.

Este mecanismo transmite uma porção sempre igual de energia ao balanço em intervalos de dez segundos e garante assim um torque constante. O resultado está em uma amplitude estável e uma elevada precisão de marcha do primeiro ao último dia. Na altura das 6 horas, a indicação da reserva de marcha em um anel situado ao redor informa quando é o momento de fornecer nova energia ao mecanismo por meio da coroa.


A serviço da mais alta precisão

Desde 2003, a Lange faz parte do reduzido círculo de manufaturas relojoeiras capazes de produzir espirais do balanço. Somente assim é possível garantir a mais alta precisão. Para o calibre de manufatura L096.1 do Richard Lange Calendário Perpétuo “Terraluna” não apenas se fabricaram “in-house” as espirais mas também o “remontoir” do escape de força constante.

O balanço de livre oscilação tem frequência de 21.600 alternâncias por hora. Entre outras características de qualidade típicas da Lange cabe citar a ponte do balanço gravada à mão e um mecanismo esmeradamente decorado também à mão. Ambos são uma notável prova da busca da manufatura pela precisão até o mínimo detalhe.


Richard Lange Calendário Perpétuo “Terraluna” – Ficha técnica

Mecanismo

Calibre de manufatura Lange L096.1, corda manual, decorado e montado à mão; regulação de precisão em cinco posições; duplo tambor; escape de força constante com mola do “remontoir” de fabricação própria; platina três-quartos de alpaca natural; ponte do balanço gravada à mão
787 peças, 80 rubis, 1 chaton de ouro parafusado
Escape de âncora
Diâmetro de 37,3 milímetros, altura de 11,1 milímetros

Sistema de oscilação

Balanço com parafusos e sistema antichoque; espiral do balanço da mais alta qualidade de fabricação própria, frequência de 21.600 alternâncias por hora, ajuste de precisão de marcha com parafuso de ajuste lateral e mola em forma de pescoço de cisne
Reserva de marcha de 14 dias (336 horas) com toda a corda dada

Funções

Indicação de horas, minutos e segundos; calendário perpétuo com grande data, dia da semana, mês e ano bissexto; indicação da reserva de marcha; indicação orbital das fases da Lua com indicação dia/noite no verso

Elementos de manipulação

Coroa para dar corda ao relógio e ajustar a hora; botão para avançar todas as funções do calendário; botão para correção em separado do mês, dia da semana e fase da Lua

Dimensões da caixa

Diâmetro de 45,5 milímetros, altura de 16,5 milímetros
Cristal e fundo transparente em safira

Referências

180.032

Caixa de ouro vermelho, mostrador de prata maciça, prateado, ponteiros de ouro vermelho
Pulseira de couro de crocodilo costurada à mão, avermelhada, fecho em ouro vermelho

Preço: 185.000 Euros

180.026

Caixa de ouro branco, mostrador de prata maciça, prateado, ponteiros de aço azulado
Pulseira de couro de crocodilo costurada à mão, preta, fecho em ouro branco

Preço: 186.000 Euros
 
Topo
Mais Notícias:
19/08/2019 - Cyrus - Baselworld 2019 - Klepcys Vertical Skeleton Tourbillon
 
16/08/2019 - Maximilian Büsser & Friends - Legacy Machine FlyingT
 
13/08/2019 - Greubel Forsey - GMT Quádruplo Turbilhão
 
08/08/2019 - Panerai - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
06/08/2019 - Jaeger-LeCoultre - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
06/08/2019 - Audemars Piguet - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
05/08/2019 - Baume & Mercier - Sugestões para o Dia dos Pais
 
04/08/2019 - IWC Schaffhausen - Sugestões para o Dia dos Pais
 
03/08/2019 - Montblanc - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
02/08/2019 - TAG Heuer - Sugestões para o Dia dos Pais
 
01/08/2019 - Christophe Claret - SIHH 2019 - O espetacular Angelico
 
01/08/2019 - Bvlgari - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
31/07/2019 - Genus - O inovador GNS1.2
 
23/07/2019 - Panerai - Novos Radiomir Edizione Verde Militaire
 
10/07/2019 - Watch Cellar - Nova Watch Cellar Winding PEN
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2019

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais