Adicionar aos Favoritos      Indique este Site sábado, 27 de fevereiro de 2021                                                                         
notícias
O excepcional Récital 27

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

O Bovet Récital 27 foi um dos relógios pré-selecionados pelo júri do Grande Prêmio de Relojoaria de Genebra 2020, na categoria Complicação Masculina.




Fiel à filosofia da marca de oferecer complicações úteis e praticidade, o Récital 27 apresenta indicação de três fusos horários e fases da lua e possui uma reserva de marcha muito conveniente de 7 dias.

O modelo segue-se a uma trilogia de relógios dedicados à astronomia, iniciado em 2016 com o turbilhão Shooting Star. Em 2017 e 2018 vieram os turbilhões Astérium e Grand Récital, respectivamente. Cada um dos três relógios exibia características técnicas inovadoras e explorava novas formas de marcar as horas. Em comum entre eles, uma caixa assimétrica inclinada de design muito original, inspirado nas antigas escrivaninhas inclinadas.

[center][img]http://www.relogioserelogios.com.br/images/noticias/3760/Bovet_Recital27.jpg[/img][/center]
Projetada pelo proprietário da Bovet 1822, Pascal Raffy, a caixa “escrivaninha” apresenta um aro inclinado no sentido 12 - 6 horas. Essa ideia engenhosa torna possível diversificar e organizar as diferentes indicações usando cúpulas, rolos, discos e ponteiros tridimensionais e proporciona uma leitura intuitiva, com ergonomia e elegância. O design tridimensional prioriza informações para uma melhor leitura e conduz a visão para o centro do movimento, onde descobre-se a excelência em cada detalhe.

Como pode ser constatado em função dos vários prêmios concedidos aos relógios da trilogia, incluindo o Grande Prêmio Aiguille d’Or, que consagrou o Grand Récital no Grand Prix d’Horlogerie de Genève em 2018, colecionadores e especialistas realmente apreciaram a inovação estilística desta caixa, também presente no Récital 27.

[center][img]http://www.relogioserelogios.com.br/images/noticias/3760/Bovet_Recital27_2.jpg[/img][/center]
O sucesso dos relógios com múltiplos fusos horários produzidos pela Bovet 1822 demonstra o crescente interesse dos colecionadores por complicações úteis, assim como por relógios ergonômicos e intuitivos que oferecem facilidade de uso. Com sua vasta experiência, os relojoeiros da Bovet 1822 projetaram o Récital 27 fazendo grande uso das proporções da emblemática caixa “escrivaninha” e criaram um movimento com nada menos do que três fusos horários que podem ser ajustados para horários de inverno ou verão para cada local escolhido.

A escolha de três fusos horários não é desprovida de significado. Historicamente, a Bovet foi fundada em três fusos horários diferentes simultaneamente. De fato, quando de sua fundação em 1º de maio de 1822, os irmãos Bovet já estavam presentes na Suíça, Inglaterra e China. Além desse fato histórico, os três fusos horários oferecem aos colecionadores uma resposta adequada ao mundo moderno e ao imediatismo das comunicações em escala global.

[center][img]http://www.relogioserelogios.com.br/images/noticias/3760/Bovet_Recital27_3.jpg[/img][/center]
A hora local é logicamente exibida por dois ponteiros no centro do relógio, enquanto os fusos horários secundários aparecem às 3 e 9 horas. Cada um destes exibe horas e minutos em um mostrador tradicional de 12 horas. Um indicador dia/noite evita quaisquer confusões. Por fim, uma abertura exibe o nome de uma cidade de referência para o fuso horário indicado pelos ponteiros. Para os colecionadores que assim o desejarem, os discos das cidades podem ser personalizados de forma a indicar as cidades de sua escolha. Através de um sistema intuitivo de corretores, os três fusos horários podem ser definidos individualmente, assim como os horários de verão ou inverno.

Um indicador de fase da lua convexo completa as informações que aparecem no mostrador do relógio. Sua superfície é gravada para evocar a superfície lunar e, para maior realismo, as partes mais baixas são preenchidas à mão com SuperLuminova. O mecanismo de precisão usado para indicar as fases da Lua requer correção de apenas um dia a cada 122 anos.

[center][img]http://www.relogioserelogios.com.br/images/noticias/3760/Bovet_Recital27_4.jpg[/img][/center]
As indicações tridimensionais do movimento realçam o perfil característico da caixa “escrivaninha” e o talento dos artesãos é aqui harmoniosamente combinado com o gênio criativo expresso na arquitetura genuinamente inovadora do relógio.

O mostrador do Récital 27 é igualmente complexo e deslumbrante. A usinagem de sua base requer um grande know-how, pois enquanto a parte visível revela parte de sua complexidade, a parte não visível requer múltiplas fases de usinagem para absorver o volume do movimento e otimizar sua espessura.

[center][img]http://www.relogioserelogios.com.br/images/noticias/3760/Bovet_Recital27_5.jpg[/img][/center]
Os mostradores em setores dos fusos horários secundários e a elipse das 12 horas são completados por magníficos preenchimentos com guilloché. Para cria-los, os artesãos realizam o trabalho de guilloché e laqueado em uma única grande placa circular. Somente essas três inserções são usinadas. Embora extremamente delicado, este método é o único capaz de produzir tamanha qualidade e garantir o alinhamento do guilloché entre os três elementos, apesar do grande espaço que os separa.

A treliça do mostrador revela o balé executado pelos mostradores, os discos e o indicador das fases da lua e cujo entrelaçamento ilustra o virtuosismo dos relojoeiros. No verso, o vidro de safira revela todo o movimento. O colecionador descobrirá continuamente novos detalhes que ilustram o savoir-faire empregado na decoração de cada componente.

[center][img]http://www.relogioserelogios.com.br/images/noticias/3760/Bovet_Recital27_6.jpg[/img][/center]
Este excepcional nível de qualidade no acabamento exige centenas de horas de trabalho de precisão seguindo métodos tradicionais que fizeram a reputação da Bovet 1822 por quase dois séculos. Cada componente, visível ou não, é decorado de acordo com os mais exigentes critérios.

Esta mesma face do relógio mostra os segundos através de um mostrador setorial, bem como a grande reserva de marcha de 7 dias obtida pela energia produzida por uma única mola principal. Essa autonomia fora do comum é o resultado de uma tradição secular. A Bovet detém o recorde mundial com um relógio criado no início do século 20 que ostenta uma reserva de marcha de 370 dias! Uma performance útil tanto para a cronometragem quanto para garantir o conforto do colecionador.

[center][img]http://www.relogioserelogios.com.br/images/noticias/3760/Bovet_Recital27_7.jpg[/img][/center]
Esta longa autonomia está em total coerência com as funções do relógio e atende às necessidades do colecionador moderno, que é um viajante interessado em uma constante interação com o mundo e aprecia a interpretação única de Bovet da arte do tempo.

Disponível em titânio grau 5 ou ouro vermelho 18K, o espetacular Récital 27 é oferecido em uma edição limitada de 60 relógios e foi um dos relógios pré-selecionados pelo júri do Grande Prêmio de Relojoaria de Genebra 2020, na categoria Complicação Masculina. Além do Récital 27, a Bovet também tem relógios pré-selecionados em outras três categorias.

Estas indicações marcaram o retorno da Bovet ao chamado Oscar de relojoaria, após sua ausência em 2019. Esta ausência, contudo, foi por um bom motivo: segundo o regulamento do GPHG, a marca que conquista o Grande Prêmio Aiguille d’Or em um ano não pode participar do concurso do ano seguinte.

[center][img]http://www.relogioserelogios.com.br/images/noticias/3760/Bovet_Recital27_8.jpg[/img][/center]


Sobre a Bovet

[center][img]http://www.relogioserelogios.com.br/images/noticias/3760/Bovet_Recital27_9.jpg[/img][/center]
Pascal Raffy

A Bovet é uma tradicional marca Suíça de alta relojoaria que possui uma longa e rica História, remontando a 1822, ano em que foi fundada por Edouard Bovet, na Inglaterra. Os relógios eram então destinados exclusivamente para atender ao mercado Chinês e eram fabricados em Fleurier, na Suíça, permanecendo assim até o final da década de 1930.

Em 2001, quando era operada a partir de Genebra, foi adquirida pelo Francês Pascal Raffy, que investiu na sua verticalização de modo a torna-la uma verdadeira manufatura. Raffy reinventou a empresa, mas manteve o seu design característico, com a coroa na posição das 12 horas, ainda presente na maioria das atuais coleções, e a exclusividade - atualmente, a Bovet produz cerca de apenas 1.800 relógios por ano. A marca hoje pode ser vista nos uniformes dos tenistas Espanhóis David Ferrer (atualmente técnico) e Pablo Carreño-Busta e do Russo Daniil Medvedev.



Bovet Récital 27 – Ficha técnica

Referências

R270001 (ouro vermelho 18K)
R270002 (titânio)
Edição limitada a 60 movimentos
Garantia de 5 anos


Movimento

Calibre 17DM04-3FPL
Tipo: mecânico a corda manual
Diâmetro de 13 ½''' com módulo de 16'''
Frequência: 21.600 aph
Reserva de marcha: 7 dias


Caixa

Material: titânio ou ouro vermelho 18K
Redonda do tipo Dimier com carrura assimétrica “escrivaninha”
Diâmetro: 46,30 mm
Espessura: 15,95 mm
Resistência à água: 3 atm (30 metros)


Mostrador

Recortado com inserções em guilloché laqueado azul
Indicação de horas e minutos centrais, 2º fuso horário (horas e minutos), 3º fuso horário (horas e minutos), indicador de 24 cidades e indicador dia/noite para 2º e 3º fuso horário, fases da lua de dois hemisférios e indicador de reserva de marcha, segundos no verso


Pulseira

Pulseira de couro de aligátor
Fecho de fivela em ouro branco ou vermelho 18K


Preço

66.000 Francos Suíços, sem impostos



Artigo originalmente publicado na Revista Pulso ed. 131, Nov/Dez 2020
 
Topo
Mais Notícias:
25/02/2021 - Vianney Halter - Deep Space Tourbillon Resonance
 
22/02/2021 - MB&F - Horological Machine N° 9 Sapphire Vision
 
19/02/2021 - Miki Eleta - O extraordinário BY 21Dez12ME
 
17/02/2021 - Zenith - LVMH Watch Week - Chronomaster Sport
 
09/02/2021 - Hublot - LVMH Watch Week - Big Bang Tourbillon Automatic Orange Sapphire
 
04/02/2021 - TAG Heuer e Porsche - Novo Carrera Porsche Chronograph
 
01/02/2021 - Bvlgari - LVMH Watch Week - Octo Roma Carillon Tourbillon
 
29/01/2021 - Jaeger-LeCoultre - A nova boutique online no Brasil!
 
20/01/2021 - Montblanc - Laurent Lecamp, novo Diretor Geral da Divisão de Relógios
 
18/12/2020 - Omega - Sugestões de presentes para o Natal
 
18/12/2020 - Baume & Mercier - Sugestões Baume & Mercier para o Natal
 
18/12/2020 - Panerai - Panerai lança seu e-commerce no Brasil!
 
17/12/2020 - Audemars Piguet - Presenteie no Natal com o melhor da Alta Relojoaria!
 
17/12/2020 - TAG Heuer - Sugestões de presentes para o Natal
 
17/12/2020 - Montblanc - Sugestões Montblanc para presentes de Natal
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2021

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais