Adicionar aos Favoritos      Indique este Site sábado, 19 de outubro de 2019                                                                         
notícias
Imagens da 1a. edição do evento
Clique para zoom
Carlos Alonso (Tiempo de Relojes), Urs Breiter (Embaixador da Suíça no México) e Francois-Marc Sastre (Cartier)
Clique para zoom
Charles Marin (Harry Winston) e um visitante
Clique para zoom
Octavio Garcia, Diretor de Design Audemars Piguet
Clique para zoom
Conferência durante o evento
Clique para zoom
Master Class Jaeger-LeCoultre
Clique para zoom
John Simonian (Westime), Maurice Berger (Berger) e Richard Mille
Clique para zoom
Urs Breiter (Embaixador da Suíça no México) e Francois-Marc Sastre (Cartier)

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
O México e a Alta Relojoaria em 2008

terça-feira, 9 de setembro de 2008

O México ama os relógios de luxo e os últimos números e rankings atestam: o México é o segundo maior mercado da América, o 16º. do mundo e o quarto em termos de crescimento.

A crise econômica mundial não se fez sentir no setor da alta relojoaria. Muito pelo contrário. As vendas dos relógios suíços topo de gama produzidos em 2007 foram espetaculares. E dos relatórios fornecidos pela Federação da Indústria Relojoeira Suíça, vê-se que a situação é ainda mais promissora em 2008. Naturalmente, o México não é uma exceção a essa tendência.

Internacionalmente, a indústria relojoeira suíça registrou um aumento de 16,2% em 2007 sobre o ano anterior, gerando vendas no valor de 16 bilhões de francos suíços. Números que confirmaram o que muitos analistas previam no ano passado: um período de recordes e crescimento sem paralelos. Maio de 2007 foi o único mês que não registrou crescimento de dois dígitos e Janeiro foi o único mês em que as exportações não superaram 1 bilhão de francos suíços. Este período de efervescência sem precedentes quebrou diversos recordes de vendas mensais e taxas de crescimento.

No topo destes números brilhantes, os prospectos para este ano não poderiam ser mais auspiciosos. Entre Janeiro e Julho de 2008, as exportações de relógios suíços cresceram 13,8%. Se compararmos ao mesmo período entre 2006 e 2008, a porcentagem sobe para 33,7%. Está claro que o mercado para relógios de alta qualidade não tem sido afetado pela quebra do crédito global ou pela crise do mercado imobiliário.


México, um jogador-chave entre os mercados emergentes

Mercados de diferentes países e regiões mostram tendências distintas. Hong Kong já superou os EUA como o principal mercado para as exportações de relógios suíços com um aumento de 20,4% de Janeiro a Julho de 2008, gerando negócios no valor de 1.570 milhões de francos suíços. Um aumento substancial com relação ao mercado americano que registrou um reduzido aumento de 2,6% com um valor de 1.412 milhões de francos suíços.

O México, com vendas de 128,6 milhões de francos suíços de Janeiro a Julho deste ano, está ranqueado como o 16º. maior comprador de relógios e a segunda maior presença na América. Entre 2006 e 2007 o México estava posicionado como o quarto maior mercado em termos de crescimento, tendo registrado um aumento de 27,7%. Números que colocam o México entre os mais importantes mercados emergentes para a indústria suíça de relógios. As taxas de crescimento entre nações emergentes colocam a Rússia como a líder (com aumento de 57,4% entre 2006 e 2007), seguida por China (43%), Emirados Árabes Unidos (36,6%), e México e Hong Kong (25%).

Em níveis regionais, o continente asiático mantém a dianteira em termos de vendas com 4,370 bilhões de francos suíços entre Janeiro e Julho de 2008. Uma liderança expressiva sobre a Europa – incluindo países pertencentes ao antigo bloco soviético -, que gerou vendas de 2,982 bilhões de francos suíços. Os números da América (1,803 bilhões de francos suíços) são dignos de nota se levarmos em conta que o continente abriga apenas 14% da população mundial, comparados aos 60% da Ásia e 11% da Europa.

Estes números positivos fornecem um contexto extremamente favorável ao II Salón Internacional de Alta Relojería México 2008. Um ponto de encontro para marcas, distribuidores, clientes e aficionados por relógios suíços. E é exatamente este o motivo da participação de muitas das maiores marcas de relógios do mundo no evento em que exibirão suas últimas criações, de 23 a 25 de Setembro, no Hotel Four Seasons na Cidade do México. Os participantes serão: A. Lange & Sohne, Audemars Piguet, Blancpain, Breguet, Cartier, Concord, Daniel Roth, De Grisogono, F.P. Journe, Franc Vila, Gerald Genta, Glashütte, Harry Winston, IWC, Jaeger-LeCoultre, Jaquet Droz, Montblanc, Villeret e Rieussec, Omega, Porsche Design, Roger Dubuis, Rolex, Tag Heuer e Tudor.

Segunda edição de um evento que reúne as mais prestigiosas marcas do mundo da alta relojoaria, em um importante centro do mercado latino-americano de luxo, o Salón fornece uma fabulosa oportunidade para se admirar os relógios em exibição, aprender mais sobre eles e mesmo para se adquirir um. As estrelas nunca estiveram tão auspiciosamente alinhadas.

O evento é organizado por Carlos Alonso, que também publica a revista especializada Tiempo de Relojes. O Sr. Alonso, um espanhol radicado no México, é uma figura respeitada no mercado, com peso suficiente para atrair pessoas como Giulio Papi, Gerald Roden, Jérôme Lambert e Stefano Macaluso para o próximo Salón.

A realização de um evento de tal magnitude no México, um país de população e economia semelhantes ao Brasil, nos faz refletir sobre a triste situação de nosso país com relação à sua absurda carga tributária. Um mercado que poderia ter pujança mundial, na verdade está relegado a um segundo plano.

Em um setor onde praticamente não há concorrência nacional, nossos impostos são um incentivo à aquisição, pelos mais abonados, de relógios de luxo no exterior. Com uma política fiscal mais sensata, as vendas internas seriam estimuladas, com um maior recolhimento de impostos e maior geração de empregos. Poderíamos então sonhar com a realização de eventos do nível do II Salón Internacional de Alta Relojería México 2008 em território brasileiro.
 
Topo
Mais Notícias:
09/10/2019 - Label Noir - Uma visita à sede da Label Noir
 
09/10/2019 - Label Noir - A visit to the headquarters of Label Noir (in English)
 
04/10/2019 - Jaeger-LeCoultre - Gyrotourbillon 3 Meteorite
 
23/09/2019 - Harry Winston - Histoire de Tourbillon 10
 
10/09/2019 - Bvlgari - Baselworld 2019 - Octo Finissimo Chronograph GMT
 
09/09/2019 - Bell & Ross - Nova coleção BR 05
 
04/09/2019 - Audemars Piguet - Millenary Frosted Gold Philosophique
 
03/09/2019 - Voutilainen - Baselworld 2019 - O excepcional 28ti
 
29/08/2019 - Montblanc - Em Xangai, a Montblanc lançou seus novos relógios femininos
 
28/08/2019 - De Bethune - Baselworld 2019 - DB21 Maxichrono Réédition
 
23/08/2019 - Jaeger-LeCoultre - Polaris Date
 
19/08/2019 - Cyrus - Baselworld 2019 - Klepcys Vertical Skeleton Tourbillon
 
16/08/2019 - Maximilian Büsser & Friends - Legacy Machine FlyingT
 
13/08/2019 - Greubel Forsey - GMT Quádruplo Turbilhão
 
08/08/2019 - Panerai - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2019

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais