Adicionar aos Favoritos      Indique este Site quarta-feira, 16 de outubro de 2019                                                                         
notícias
Clique para zoom
Clique para zoom
Destruição em Dubai, 2005
Clique para zoom
Destruição em São Paulo, 2007
Clique para zoom
Destruição em Cressier (França), 2008
Clique para zoom
Destruição em Cressier (França), 2008
Clique para zoom
Apreensão em Antuérpia, 2007
Clique para zoom
Apreensão no Paraguai, 2005
Clique para zoom
Oficina de montagem na China

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
FHH e FHS - Uma campanha global contra a falsificação

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

A Fundação da Alta Relojoaria (FHH) e a Federação da Indústria Relojoeira Suíça (FHS) unem forças para lançar uma campanha internacional contra a falsificação. Relógios & Relógios não poderia deixar de apoiar esta campanha, cujo objetivo é informar ao público sobre os danos causados por este flagelo global.


A despeito dos muitos esforços feitos, o problema da falsificação e da pirataria continua a fazer estragos sobre virtualmente toda a economia mundial, e se expande rapidamente por múltiplos canais de distribuição, especialmente online.


Quantias astronômicas

Cálculos baseados em apreensões de alfândegas mostram que a falsificação e a pirataria mundialmente movimentam de US$ 200 a US$ 360 bilhões por ano, ou seja, 5 a 7% do comércio internacional. Relógios suíços não são exceção, pois o setor é atingido em cheio por esta verdadeira praga moderna.

A Federação da Indústria Relojoeira Suíça (FHS) estima que mais de 40 milhões de relógios suíços falsos são fabricados a cada ano (comparados com exportações de quase 26 milhões de autênticos relógios suíços em 2007) e que eles geram lucros líquidos ao redor de um bilhão de dólares. Este negócio ilícito, cujas principais vítimas são as mais prestigiosas marcas suíças, é equivalente a cerca de 6% do total das exportações de relógios suíços em 2007.


Todos sofrem as consequências

Neste contexto, seria ingenuidade imaginar que a falsificação poderia ser vencida simplesmente atacando os falsificadores e seus meios de produção. Esta não seria uma indústria tão desenvolvida sem os indivíduos que compram relógios falsos, e que não percebem toda a extensão do dano que eles causam, particularmente em termos humanos. A prioridade da luta contra a falsificação deve ser, portanto, a comunicação direta com esses potenciais clientes e fazê-los perceber que o que eles acreditam ser uma compra inofensiva tem sérias conseqüências para empresas e nações. Armas legislativas e medidas internacionais ainda carecem de impacto para derrotar este flagelo global; portanto os consumidores devem por si mesmos perceber que usar um relógio falso é algo sem sentido.

Os falsificadores cada vez mais miram marcas de relógios de luxo internacionalmente conhecidas, cuja reputação, capacidade para inovação e vendas são abaladas. Estas marcas também são obrigadas a investir significativas quantias na luta contra cópias ilícitas em todas as suas formas e na proteção de sua propriedade intelectual. Como a falsificação continua a se expandir, uma consequência ainda mais séria é a perda generalizada na confiança em empresas que, sobretudo, criam empregos e adicionam valor. Em nível nacional, a falsificação leva governos a investir pesadamente na luta contra falsificações enquanto perdem na arrecadação de impostos e oportunidades de emprego se esvaem. Finalmente, as fenomenais quantias de dinheiro geradas pela falsificação beneficiam máfias, organizações criminais e grupos terroristas que dominam este negócio ilegal, onde é comum o trabalho infantil, e saúde e padrões de segurança são largamente desprezados.


Uma mensagem poderosa

Diante de um flagelo que mina empresas e países, a Fundação da Alta Relojoaria (FHH) uniu forças à Federação da Indústria Relojoeira Suíça (FHS) para lançar uma vasta campanha de informação dirigida ao público em geral. Ela assumirá a forma de poderosos visuais acompanhados de uma mensagem simples e impactante: "Fake Watches are for Fake People"“Relógios Falsos são para Pessoas Falsas”. A campanha será divulgada na mídia internacional que apóia esta iniciativa, na qual se inclui Relógios & Relógios. Claramente, a Fundação da Alta Relojoaria, cuja vocação é defender e promover os valores da Alta Relojoaria e suas profissões, não poderia ficar em silêncio diante da falsificação. Chegou a hora de desafiar esta praga que aflige negócios inovadores, socialmente responsáveis e de alta tecnologia.

Não podemos mais ficar parados, então digamos em alto e bom som:

"Relógios Falsos são para Pessoas Falsas!"
 
Topo
Mais Notícias:
09/10/2019 - Label Noir - Uma visita à sede da Label Noir
 
09/10/2019 - Label Noir - A visit to the headquarters of Label Noir (in English)
 
04/10/2019 - Jaeger-LeCoultre - Gyrotourbillon 3 Meteorite
 
23/09/2019 - Harry Winston - Histoire de Tourbillon 10
 
10/09/2019 - Bvlgari - Baselworld 2019 - Octo Finissimo Chronograph GMT
 
09/09/2019 - Bell & Ross - Nova coleção BR 05
 
04/09/2019 - Audemars Piguet - Millenary Frosted Gold Philosophique
 
03/09/2019 - Voutilainen - Baselworld 2019 - O excepcional 28ti
 
29/08/2019 - Montblanc - Em Xangai, a Montblanc lançou seus novos relógios femininos
 
28/08/2019 - De Bethune - Baselworld 2019 - DB21 Maxichrono Réédition
 
23/08/2019 - Jaeger-LeCoultre - Polaris Date
 
19/08/2019 - Cyrus - Baselworld 2019 - Klepcys Vertical Skeleton Tourbillon
 
16/08/2019 - Maximilian Büsser & Friends - Legacy Machine FlyingT
 
13/08/2019 - Greubel Forsey - GMT Quádruplo Turbilhão
 
08/08/2019 - Panerai - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2019

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais