Adicionar aos Favoritos      Indique este Site sábado, 19 de outubro de 2019                                                                         
notícias
Clique para zoom
Historique Ultra-fine 1968 e Historique Ultra-fine 1955
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Calibre 1003
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Relógio de bolso extra-plano de 1927
Clique para zoom
Relógio de bolso extra-plano de 1931
Clique para zoom
Repetidor de Minutos extra-plano

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
A manufatura revisita seu patrimônio extra-plano

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Vacheron Constantin – O patrimônio extra-plano


A Vacheron Constantin decidiu reviver alguns dos mais refinados momentos da busca por relógios extra-planos. O fabricante de Genebra esteve profundamente envolvido na criação de marcos desta distinta especialidade, como nos anos 1950 e 1960, quando introduziu os mais finos relógios do mundo.


Hoje, a Vacheron Constantin enriquece sua coleção “Historiques” com duas novas criações diretamente inspiradas nesse patrimônio, com dois lendários calibres imbuídos de um toque novo e distintamente moderno, a serem apresentadas no SIHH 2010.

O primeiro é o “Historique Ultra-fine 1955”, equipado com o movimento mecânico a corda manual calibre 1003 – o mais fino do mundo com apenas 1,64 mm de espessura, reconstruído para este modelo em ouro 18 K, e trazendo o Selo de Genebra.

O segundo é o “Historique Ultra-fine 1968”, equipado com o movimento extra-plano mecânico automático calibre 1120, trazendo um novo peso oscilante decorado e o Selo de Genebra.


A Vacheron Constantin foi fundada em 1755 e pode legitimamente se declarar a mais antiga manufatura relojoeira do mundo ainda em atividade, com mais de 250 anos de contínuo conhecimento e produção atrás de si. Um status verdadeiramente único dentro da indústria relojoeira.

Este orgulhoso patrimônio, cultivado por mais de um quarto de milênio, é pontuado de relógios e movimentos que, cada qual à sua maneira, deixaram uma indelével marca em sua era. Um patrimônio impressionante e inestimável, que liga indissociavelmente a história da marca à história da relojoaria, eloquente testemunha da consistência técnica e criatividade estética da Vacheron Constantin.

Evoluindo em passo com novas invenções, técnicas e naturalmente com os gostos dos entusiastas horológicos, a Vacheron Constantin explorou todos os campos da arte relojoeira, incluindo relógios de bolso e de pulso, bem como relógios em anéis, pendentes e broches. Sua linha inclui modelos altamente complicados, autômatos, sofisticados relógios de mesa, bem como um tipo que é menos evidente mas requer incrível conhecimento, experiência e talento: os movimentos mecânicos extra-planos.

A extrema finura não é tradicionalmente considerada como uma complicação horológica, já que ela por si só não contribui como uma função adicional do mesmo modo como a data ou o cronógrafo. Contudo seria inteiramente legítimo descrevê-la como tal, devido à sua altamente complexa natureza, que sempre leva as fronteiras da micromecânica ao limite. Embora muitos tenham se aventurado nesse campo, poucos foram bem-sucedidos.

Enquanto os primeiros calibres extra-planos da Vacheron Constantin foram produzidos no século XIX, o fabricante tornou-se mais prolífico neste especialidade durante o século XX, que é geralmente considerada como a era dourada do extra-plano. Foi no início do século XX que os relógios de pulso começaram a ganhar popularidade, e peso e espessura se tornaram fatores cruciais para assegurar conforto aos usuários de tais modelos.


Um patrimônio com extraordinárias criações extra-planas e uma sucessão de recordes de espessura

Desde o início do século XIX, os arquivos da Vacheron Constantin (incluindo uma carta escrita por Jacques-Barthélémi Vacheron a um certo Sr. Girod em Paris, datada de 18 de Maio de 1912) trazem referência a relógios planos. Outra carta de 28 de Janeiro de 1829 e escrita por Jacques-Barthélémi Vacheron a François Constantin também menciona a produção de “algumas peças planas”.

Os registros históricos da Vacheron Constantin de 1911 também incluem três calibres de 8, 9 e 10 linhas, cada um medindo 2,82 mm de espessura. O restante do século testemunhou um grande número de calibres extra-planos, representando notáveis feitos horológicos e que foram se tornando cada vez mais finos ao longo dos anos: 2,25 mm em 1917, 1,88 em 1924. Alguns foram usados para criar extraordinários modelos tais como um relógio de cristal de rocha apresentado em 1926 e equipado com um movimento de 2,63 mm em ouro vermelho.

Em 1931, a Vacheron Constantin estabeleceu um novo recorde mundial para um relógio de bolso mecânico com um movimento medindo 17 5/12 linhas em diâmetro e menos de 1 mm de espessura – exatamente 0,94 mm para ser preciso!

Movimentos extra-planos continuaram a inspirar a manufatura de Genebra, levando-a a apresentar em 1981 a coleção “Structura”, que exibe uma original variação de um destes movimentos ao invertê-lo e colocar os ponteiros no lado das pontes, assim permitindo aos conhecedores admirar toda a complexidade de sua estrutura.

Em 1992, a Vacheron Constantin confirmou que seu domínio no campo do desenho extra-plano também se estendia a movimentos complicados ao apresentar o mais fino relógio de pulso com repetidor de minutos até então, medindo 3,28 mm e garantindo à manufatura um novo recorde.

A Vacheron Constantin também não ficava para trás no que se referia a movimentos automáticos. De 1945 em diante, ela começou a desenvolver mecanismos automáticos extra-planos tais como o 477 9/12 que seria o primeiro de toda uma geração: o 498 em 1951, o 499 e o 1019 em 1953, seguidos pelo 1071 em 1958.


Os mais finos mecanismos mecânicos do mundo são desenvolvidos nas instalações históricas da Vacheron Constantin em L’Ile

Deste notável legado, um movimento a corda manual em particular continua a atrair a atenção de especialistas e colecionadores. O trabalho em seu desenvolvimento iniciou-se em 1952 em L’Ile (o prédio na “ilha” do Rio Rhone que abriga as instalações históricas da Vacheron Constantin desde 1875) e ele foi apresentado para as celebrações do bicentenário em 1955 com o nome de Calibre 1033.

Suas 9 linhas ou 21,05 mm de diâmetro e 1,64 mm de espessura fizeram dele o menor movimento mecânico do mundo no mercado. A título de comparação, esta obra-prima da micromecânica composta de 120 peças tem o tamanho aproximado de uma moeda Suíça de 20 centavos.

Este agora lendário calibre (do qual a excelência seria confirmada pelos subsequentes pedidos de outros grandes nomes da alta relojoaria) foi usado para equipar três relógios redondos que estabeleceram novos recordes como os mais finos relógios do mundo, medindo apenas 4,54 mm de espessura. Esses três relógios gravaram para sempre na mente das pessoas a imagem do relógio arquetípico da Vacheron Constantin: redondo, clássico, extra-plano e extremamente confiável.

Em 2010, a Vacheron Constantin decidiu homenagear esse lendário calibre ao abrigá-lo em uma reinterpretação de um daqueles três relógios: o “Historique Ultra-fine 1955”, atualmente o mais fino relógio do mundo, com apenas 4,10 mm de espessura.

O desenvolvimento do Calibre 1120 teve início em 1966 e a produção no final de 1967. Ele também atraiu a atenção de especialistas e colecionadores e foi solicitado por outros grandes nomes da alta relojoaria. Em 2010, a Vacheron Constantin também decidiu prestar um tributo a este igualmente lendário calibre ao abrigá-lo em uma reinterpretação de relógios extra-planos “vintage”: o modelo agora chamado “Historique Ultra-fine 1968”.

Estes dois novos relógios têm um lugar natural dentro da coleção “Historiques”, especificamente criada para reviver diversos designs e movimentos que moldaram os mais refinados momentos da Vacheron Constantin.

Uma coleção composta de relógios destinados a colecionadores, conhecedores e aficionados, para aqueles com um gosto por modelos discretos e elegantes, bem como a puristas. Ela traz modelos tais como o Chronomètre Royal 1907, apresentado em 2007 para marcar o 100o aniversário do original, e o ousado modelo Historique American 1921, reinterpretado em 2008 e que foi escolhido “Relógio do Ano” em Outubro de 2009 em Genebra.


Calibre 1003, para o relógio “Historique Ultra-fine 1955”

Para a Vacheron Constantin, a celebração do 55o aniversário do Calibre 1003 extra-plano é uma grande oportunidade de revisitar seu patrimônio, bem como destacar seu domínio em extra-planos em uma época em que o termo é usado de forma um tanto quanto exagerada.

Considerado por muitos especialistas como um dos mais belos e refinados movimentos extra-planos do mercado, o Calibre 1003 tem desafiado as leis da mecânica por mais de 50 anos. Ele é extremamente complexo de se produzir e seu ajuste exige toda o conhecimento cultivado por uma manufatura de alta relojoaria.

A Vacheron Constantin decidiu apresentar uma versão redesenhada deste movimento, enquanto seus 1,64 mm de espessura – ainda um recorde de finura no mercado – e os 21,10 mm de diâmetro permanecem inalterados.

Seu acabamento é contudo ainda mais refinado, uma vez que as pontes e a platina principal agora são produzidas em ouro 18 K. São 117 peças, com uma frequencia de 18.000 vph e uma reserva de marcha de mais de 30 horas, a despeito de seu pequeno tamanho.

A decoração é extremamente meticulosa, com Côtes de Genève e chanfrados feitos à mão. Este excepcional grau de acabamento garantiu à nova versão do Calibre 1003 o prestigioso Selo de Genebra, uma certificação independente e soberana concedida pelo Cantão de Genebra que assim garante a origem, precisão, durabilidade e o fino artesanato de modelos de algumas empresas relojoeiras baseadas em Genebra.

Em sua reedição de 2010, o Calibre 1003 é apresentado em uma caixa redonda em ouro rosa 4N 18 K medindo 36 mm de diâmetro, inspirada em um dos três modelos históricos lançados em 1955, a referência 4961. Ele foi selecionado porque seu design já possuía um toque decididamente moderno na época de seu lançamento.

A versão reinterpretada em 2010 amplia as qualidades estéticas do original sem trair o seu espírito. Ela também apresenta características técnicas melhoradas, a par dos gostos e expectativas atuais: resistência à água a 3 atm, equivalente a 30 metros; um fundo em cristal de safira; um anel de titânio para encaixe do mecanismo, contribuindo para uma maior rigidez; e uma caixa ainda mais delgada, de 4,1 mm, fazendo dele atualmente o mais fino relógio mecânico a corda manual do mundo.

O resultado irradia uma aura de pureza e refinamento. Sua fascinante estética apresenta um aro estreito, com garras originais, cada uma delas no formato de uma braço da Cruz de Malta do emblema da Vacheron Constantin, um mostrador opalino em ouro prateado adornado com ponteiros em bastão marcando as horas e os minutos, combinados para enriquecer este relógio com uma rara elegância originada da convincente força da mais pura simplicidade.


Coleção “Historiques” - o relógio “Historique Ultra-fine 1968” e o Calibre 1120

O segundo modelo da reedição de clássico extra-planos é um modelo de formato quadrado de 1968 e equipado com o famoso mecanismo extra-plano automático Calibre 1120.

Ao revisitar este relógio, a Manufatura adotou um estilo inconfundível: aquele dos anos 1960. Este relógio em ouro rosa 4N 18 K cria um marcante contraste entre a abertura do mostrador quadrado e a levemente curva lateral da caixa. O design resultante emana uma impressão de elegante discrição, ainda mais acentuado por um mostrador prateado verticalmente acetinado, adornado com marcadores de horas simples e geométricos.

As garras de curva suave dão um rigor agradável ao conjunto, enquanto o cristal de safira, chanfrado ao redor enfatiza ainda mais as ligações entre este relógio e o período não-conformista no qual ele foi originalmente lançado. Tudo no seu design ecoa os lendários “Swinging Sixties” em um original modelo que ao longo do tempo se tornou um grande clássico.

Comparado com o original de 1968 (referência 7614), o novo modelo traz características técnicas atualizadas em sintonia com os tempos modernos: resistência à água a 3 atm, equivalente e 30 metros; um cristal de safira, e um fundo sólido de pressão exatamente como no modelo original.

Apesar de tais aperfeiçoamentos, que geralmente tendem a aumentar a espessura, este relógio que mede 35,2 mm ao longo de suas laterais é ainda mais fino que seu predecessor histórico: 5,5 mm comparados a 6,52 mm, fazendo dele um dos mais finos relógios nessa categoria.

Como o modelo de 1968, a versão contemporânea é equipada como o mecanismo extra-plano automático Calibre 1120. Este excepcional movimento com funções de horas e minutos tem equipado alguns dos mais prestigiosos relógios automáticos extra-planos da história da relojoaria.

A despeito de sua aparente simplicidade, ele apresenta uma sofisticada construção que exigiu algumas soluções técnicas incomuns. Para esta reedição, a Manufatura Vacheron Cosntantin reconstruiu o calibre: embora suas dimensões - 28 mm de diâmetro e 2,45 mm de espessura - permaneçam inalteradas, ele agora é equipado com um peso oscilante de ouro 18 K com o sistema da Cruz de Malta. Ele oferece uma reserva de marcha de aproximadamente 40 horas.

Estampado com o prestigioso Selo de Genebra, seu excepcional acabamento inclui Côtes de Genève e chanfrado em todas as peças.
 
Topo
Mais Notícias:
09/10/2019 - Label Noir - Uma visita à sede da Label Noir
 
09/10/2019 - Label Noir - A visit to the headquarters of Label Noir (in English)
 
04/10/2019 - Jaeger-LeCoultre - Gyrotourbillon 3 Meteorite
 
23/09/2019 - Harry Winston - Histoire de Tourbillon 10
 
10/09/2019 - Bvlgari - Baselworld 2019 - Octo Finissimo Chronograph GMT
 
09/09/2019 - Bell & Ross - Nova coleção BR 05
 
04/09/2019 - Audemars Piguet - Millenary Frosted Gold Philosophique
 
03/09/2019 - Voutilainen - Baselworld 2019 - O excepcional 28ti
 
29/08/2019 - Montblanc - Em Xangai, a Montblanc lançou seus novos relógios femininos
 
28/08/2019 - De Bethune - Baselworld 2019 - DB21 Maxichrono Réédition
 
23/08/2019 - Jaeger-LeCoultre - Polaris Date
 
19/08/2019 - Cyrus - Baselworld 2019 - Klepcys Vertical Skeleton Tourbillon
 
16/08/2019 - Maximilian Büsser & Friends - Legacy Machine FlyingT
 
13/08/2019 - Greubel Forsey - GMT Quádruplo Turbilhão
 
08/08/2019 - Panerai - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2019

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais