Adicionar aos Favoritos      Indique este Site sábado, 31 de julho de 2021                                                                         
notícias
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
O movimento do HM4 Thunderbolt
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Max Büsser com o HM4 no pulso
Clique para zoom
Clique para zoom
Os "Amigos" responsáveis pelo projeto e execução do HM4 Thunderbolt

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
A decolagem do HM4 Thunderbolt!

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Um relógio de pulso tradicional assume habitualmente um papel relativamente comum e simples, o de indicar as horas. Tudo que é necessário é um ponteiro para as horas, um outro para os minutos, e talvez ainda uma indicação de reserva de marcha de maneira a cumprir o seu papel de medidor do tempo. O novo HM4 Thunderbolt não escapa a este conceito e apresenta também um ponteiro para as horas, um para os minutos e igualmente uma indicação de reserva de marcha. Ou seja, o HM4 cumpre exemplarmente a sua função básica de indicar as horas! Poderemos então definir o novíssimo HM4 como um relógio convencional?

O HM4 não é um relógio convencional!

A caixa desta nova criação apresentada hoje ao mundo funde-se com o seu mecanismo interno num só elemento inspirado no mundo da aviação. Neste conceito irreverente, a caixa e o mecanismo não poderiam coexistir um sem o outro, apesar de individualmente representarem autênticas obras de arte por direito próprio.

O movimento do Thunderbolt é o culminar de três longos anos de desenvolvimento, no decurso dos quais cada um dos mais de 300 componentes, que lhe dão forma e função, foram desenvolvidos especificamente para este calibre que a MB&F classifica mesmo de “anárquico”. Duas molas principais dispostas horizontalmente impulsionam dois trens de engrenagens verticais, transferindo a força vital que movimenta esta criação aos dois volumes fusiformes que indicam horas, minutos e a reserva de marcha.

Mas descrever o movimento do HM4 exclusivamente através da sua função mecânica é como falar de uma pintura de Renoir referindo-se apenas à composição química da tinta utilizada. Só a contemplação do conjunto permite uma apreciação plena, na qual a seção da caixa com cristal de safira e painéis de indicação no topo e no verso contribuem para um acesso visual ao excelente nível dos acabamentos da intricada e vibrante micromecânica do HM4.



A aerodinâmica afilada do exterior em titânio e cristal de safira do Thunderbolt tem origem na paixão de infância de Maximilian Büsser por modelos de aviões em miniatura, embora nenhum assumisse uma forma tão futurista como o HM4. Só a seção transparente em cristal de safira obrigou a mais de 100 horas de trabalho de produção de maneira a transformar o bloco opaco de cristal num painel de forma complexa destinado a dar à luz a função de destacar a beleza interior do movimento do Thunderbolt. Cada componente e forma assume na sua gênese uma função e propósito eminentemente técnico, na qual nada é supérfluo e cada linha e curva coexistem numa harmonia poética. Garras articuladas asseguram um conforto de utilização supremo, e a elevada legibilidade dos mostradores é um dado adquirido.

Horological Machine Nº4 Thunderbolt

Inspiração e realização:

Como já nos referimos, a criação do HM4 tem origem na paixão de criança de Maximilian Büsser pela construção de modelos em miniatura de aviões que preenchiam as prateleiras do seu quarto e que cobriam o teto de onde Max os pendurava. Eram estes aviões a última coisa que via quando à noite se deitava e a primeira quando abria os olhos pela manhã.

O rapaz tornou-se homem, mas uma parte da sua infância e do seu gosto pelos aviões não o abandonou, aguardando qual desejo adormecido pela criação do HM4 Thunderbolt! Muitos rapazes desenham carros e aviões dando asas a uma imaginação fértil, mas poucos assumem a perserverança e a determinação para transformar os seus sonhos em realidade. Max Büsser criou a MB&F precisamente com essa intenção, e o HM4 Thunderbolt nasce assim a partir da fantasia de uma criança e da tenacidade de um homem.

O movimento do HM4

O movimento do HM4 foi concebido e desenvolvido ao longo de três anos por Laurent Besse e Beranger Reynards da “Les Artisans Hologers”. Cada um dos 311 componentes foi desenvolvido especificamente para o Thunderbolt sem recurso a componentes de produção industrial devido à natureza extrema da arquitetura do HM4.

Dois tambores de corda principais, ligados em paralelo, garantem 72 horas de autonomia e transferem a sua força aos dois volumes em forma de reatores por via de um duplo sistema de engrenagens independentes. Ao módulo da direita cabe a função de indicar as horas e os minutos, enquanto que o da esquerda foi destinado ao controle da reserva de marcha.

Através do painel transparente no topo da caixa é possível observar uma ponte afilada destinada ao suporte do balanço, e cujo centro foi recortado de maneira a revelar o máximo possível da massa oscilante. Um aspecto e um detalhe que valida inquestionavelmente a característica arte cinética da MB&F.

Uma obra de arte recompensa-nos quando apreciada a partir de diversos ângulos, e o Thunderbolt não foge a este princípio. O verso do modelo revela uma autêntica paisagem de componentes micromecânicos meticulosamente trabalhados, protegidos por uma cobertura em cristal de safira. Num efeito lúdico de perspectiva “trompe d´oeil”, o que de início se assemelha a um microrrotor na habitual forma do machado de batalha da MB&F, é na realidade uma ponte.

Indicações

Para um relógio cuja base criativa principal não levou em consideração a função de indicar o tempo, o HM4 desempenha este papel de forma exemplar. A disposição peculiar dos mostradores num plano perpendicular ao pulso do utilizador torna-o mesmo elegível como o instrumento perfeito para qualquer piloto, seja na aviação ou no automobilismo.

No “reator” da esquerda, o nível de combustível nos tanques – a reserva de marcha – é indicada com clareza através de um ponteiro esqueletizado cujo design se associa ao machado de batalha que a MB&F já assumiu como símbolo. No “reator” da direita, horas e minutos são indicados através de ponteiros largos com extremidades em forma de seta e cobertos com SuperLuminova. Cada um dos dois mostradores estilizados é controlado diretamente pela sua própria coroa, uma para dar corda e a outra para acertar as horas, proporcionando uma leitura instantânea da ação efetuada.

A Caixa

Inspirada diretamente pelo mundo da aviação, e mais precisamente pelos modelos em miniatura de aviões da infância de Max Büsser, a caixa do HM4 evoca um sentido de velocidade, potência, tecnologia e excelência em igual medida. Visualmente, a caixa em titânio é composta por três partes distintas: dois volumes afilados em forma de turbina suportados por uma seção horizontal que acolhe o movimento, e que é claramente visível através do cristal de safira transparente, e a seção central da própria caixa.

Tecnicamente existem também três seções, mas estas compreendem uma ante estrutura em titânio, que inclui os mostradores e as garras articuladas frontais; uma seção central em cristal de safira permite uma visão sem precedentes de 360o do movimento; e uma seção traseira a terminar nas duas coroas e que emoldura o balanço, que por sua vez é suportado por uma ponte de forma aerodinâmica. Os parafusos de fixação externos recorreram a métodos de construção com origem na indústria aeronáutica, e que proporcionam rigidez e resistência de maneira a manter unidas as três seções de forma sólida e elegante.

Partindo de um bloco sólido e opaco de cristal de safira, foram necessários mais de 100 horas de trabalho de maneira o transformá-lo num autêntica clarabóia destinada a iluminar a seção central plena de componentes e detalhes do Thunderbolt. As seções metálicas da caixa foram torneadas a partir de blocos sólidos de titânio “high-tech” de Grau 5, e submetidos a centenas de horas de trabalho antes de as suas superfícies serem posteriormente polidas, tratadas e acetinadas. O resultado fala por si mesmo.

Os contrastes entre as superfícies foscas e de meticuloso polimento, titânio e safira, linhas retas e curvas sedutoras, formas rígidas e elementos articulados, atribuem ao Thunderbolt uma vida e energia que o destacam de tudo o que foi construído até hoje. O HM4 é mesmo referenciado pela MB&F como a quintessência da arte cinética tridimensional, uma afirmação difícil de contrariar.

Ruptura na arte, ruptura na relojoaria!

A pintura impressionista assustou os classicistas e foi manifestamente incompreendida durante o período em que surgiu. As criações da MB&F não fogem a este exemplo da história da arte, e o HM4 não deverá mudar esta ideia. De fato, a ruptura iniciada por Max Büsser é tão completa que ela permite que o HM4 seja apreciado pelo que realmente representa: arte cinética tridimensional em estado bruto.

Até o século XIX, a arte era relativamente linear: os artistas faziam o melhor que podiam para replicar o que viam, e a sua maestria era avaliada pela sua capacidade de imitar a realidade com pouca margem para uma ou outra pincelada emocional. Com a introdução da fotografia, mesmo os mais destacados artistas tradicionalistas deixaram de poder competir com o grau de realismo que ela impunha. Um fato que permitiu a artistas mais aventureiros como Monet, Cézanne e Renoir, libertarem-se da escravatura do realismo e de passarem a pintar com recurso a uma emoção criativa sem limites.

Na arte impressionista, os fundamentos do meio mantiveram-se, como por exemplo a utilização da tela, mas o resultado foi uma ruptura com o passado. Com as criações da MB&F o processo é idêntico. Os meios mantêm-se através da utilização de mecanismos complicados, mas de novo o resultado é uma verdadeira ruptura com o passado.


Horological Machine Nº4 – Thunderbolt

Características Técnicas:

Movimento:

Movimento mecânico tridimensional 100% desenvolvido pela MB&F
Carga manual com dois tambores de carga principais em paralelo
Reserva de Marcha: 72 horas
Frequência: 21.600 aph / 3 Hz
Numero de componentes: 311
Numero de rubis: 50

Funções:

Horas, minutos e indicação de reserva de marcha
Horas e minutos no mostrador da direita, reserva de marcha no mostrador da esquerda
Coroas separadas para acerto da hora e para carga/corda

Caixa:

Em titânio de Grau 5 e cristal de safira
Dimensões: 54 mm largura x 52 mm comprimento x 24 mm espessura
Número de componentes: 65
Amplitude de movimento das garras: 3o

Cristais de Safira:

5 Cristais de safira: 2 x mostradores, 1 x seção central da caixa, 2 x painéis de indicação (topo e verso)

Pulseira e fecho:

Couro bovino negro costurado à mão com fecho dobrável em titânio/ouro branco, agregada às garras articuladas



“Amigos” responsáveis pelo HM4 Thunderbolt


Conceito: Maximilian Büsser/MB&F

Design de produto: Eric Giroud – Eric Giroud Design Studio

Administração técnica e de produção: Serge Kriknoff/MB&F

Logística de produção: David Lamy/MB&F

Desenvolvimento de movimento: Laurent Besse, Béranger Reynard e Patrick Lété da “Les Artisans Horlogers”

Produção de movimento: Daniel Uhlmann/Azuréa Technologies, Nicolas Broquet/Broquet Décolletage, Yann Ryser/Tital

Acabamento manual de componentes do movimento: Jacques-Adrien Rochat e Denis Garcia da C-L Rochat

Montagem de movimento: Didier Dumas e Georges Veisy/MB&F

Construção e produção da caixa e fecho: Jean-Pierre Kohler e Lionel Gavignet da Profusion, Martin Stettler da Stettler, Dominique Mainier e Bertrand Jeunet da G.F.Châtelain

Mostradores: François Bernhard e Denis Parel da Nateber

Ponteiros: Pierre Chillier, Isabelle Chillier e Félix Celetta da Fiedler

Pulseira: Olivier Purnot/Camille Fournet

Caixa de apresentação: Olivier Berthon/Berthon & Co



Comunicação:

Design gráfico - Alban Thomas e Gérald Moulière da GVA Studio
Fotografia de produto - Maarten van der Ende
Arquitetura de expositor - Frédéric Legendre/Lekoni
Fotografia de Max Büsser - Régis Golay/Federal
Webmasters - Stéphane Balet e Guillaume Schmitz da Sumo Interactive
Textos - Ian Skellern
Direção de projeto - Estelle Tonelli/MB&F
 
Topo
Mais Notícias:
27/07/2021 - Montblanc - Promoção Dia dos Pais!
 
26/07/2021 - TAG Heuer - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
24/07/2021 - Audemars Piguet - Novos Royal Oak Offshore Diver 42 mm
 
23/07/2021 - Jaeger-LeCoultre - Reverso Tribute Enamel Hokusai Kirifuri Waterfall
 
22/07/2021 - Panerai - Novo Radiomir Eilean PAM01243
 
12/07/2021 - Vacheron Constantin - W & W 2021 - Les Cabinotiers Turbilhão Armilar Calendário Perpétuo – Planetaria
 
07/07/2021 - Only Watch - Nona edição em 6 de Novembro!
 
07/07/2021 - Only Watch - 9th edition on November 6
 
05/07/2021 - Baselworld - Baselworld voltará em 2022!
 
05/07/2021 - Baselworld - Baselworld is back in 2022!
 
25/06/2021 - Baume & Mercier - W&W 2021 - Riviera Automatic 42 mm
 
25/06/2021 - Imagination - A trade show for the Independent Watchmaking
 
25/06/2021 - Imagination - Um salão para a relojoaria independente!
 
24/06/2021 - Jaeger-LeCoultre - W&W 2021 - Reverso Tribute Nonantième
 
23/06/2021 - Maximilian Büsser & Friends - As novas edições da Legacy Machine 101
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2021

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais