Publicidade
Home  >  News Voltar

MB&FHorological Machine N°9 Flow - Relojoaria aerodinâmica

25 de setembro de 2018
A MB&F apresenta a Horological Machine Nº 9 "Flow", uma máquina radical inspirada na aerodinâmica automobilística e aeronáutica de meados do século passado.



Após a II Guerra Mundial, no final da década de 1940 e durante a década de 1950, começaram a se estabelecer no campo do desenho automobilístico os princípios da aerodinâmica. As formas quadradas, similares às das carruagens das décadas anteriores, se suavizavam para adotar outras mais otimizadas.


Ao mesmo tempo, perfis curvilíneos ganhavam importância, trazendo consigo a promessa imediata de potência e velocidade. Como a sofisticada modelagem computadorizada e a tecnologia de túneis de vento com as quais contamos hoje eram sonhos distantes naquela época, os desenhistas se guiavam mais pelo sentido estético que por qualquer preceito científico.


O resultado foram alguns dos objetos de fabricação humana mais belos já criados, que poderiam resumir-se em automóveis como o Mercedes-Benz W196 e o Buick Streamliner 1948. Outras indústrias seguiram a automobilística, principalmente a da aviação, que produziu aeronaves como o De Havilland Venom, de corpo delgado e nariz chato, que patrulhou o espaço aéreo Suíço durante 30 anos.


Nesta linha, a MB&F apresenta a Horological Machine Nº 9 "Flow", inspirada nos dinâmicos perfis do desenho automobilístico e aeronáutico de meados do século passado.


Uma caixa de titânio de alta complexidade e que lembra um avião a jato, com acabamentos que alternam o polido e o acetinado, abriga um movimento a corda manual igualmente complexo, desenvolvido totalmente in-house. Dois balanços idênticos independentes oscilam a uma lenta cadência de 2,5 Hz (18.000 aph) em cada lado da Horological Machine Nº 9, visíveis sob grandes cúpulas de safira. Um terceiro painel de safira no corpo central revela a caixa de marchas do motor da HM9: um diferencial planetário que obtém a média de ambos os balanços para oferecer uma leitura estável do tempo.


Posicionado de forma perpendicular ao motor da HM9 encontra-se o mostrador que indica horas e minutos e recebe sua energia de engrenagens cônicas que garantem um ajuste preciso, mesmo que seu movimento provenha de uma translação planar de 90°. A coroa situa-se na parte traseira do corpo central e suas ranhuras profundas oferecem uma pegada ergonômica, assim como uma coerência estética com o desenho geral.


Junto às cápsulas que contêm os balanços estão duas tomadas de ar de acabamento acetinado que lembram as ventilações elevadas que permitem um fluxo de ar contínuo nos motores de alto rendimento.


A HM9 Flow segue o caminho aberto pela HM4 Thunderbolt, seguido mais tarde pela HM6 Space Pirate, utilizando uma combinação geometricamente complexa de safira e elementos de titânio grau 5 para a caixa. Contudo, a HM9 vai ainda mais longe que seus predecessores, pois redefine o que se considerava possível em termos de desenho de caixa, como por exemplo em sua junta tridimensional patenteada que garante a estanqueidade.


A Horological Machine Nº 9 "Flow" faz sua estreia em duas edições limitadas de titânio de 33 peças cada uma: a edição "Air" tem movimento escuro e mostrador estilo aviador; a edição "Road", um movimento de ouro rosa e mostrador clássico de estilo velocímetro.


O motor da HM9


O motor (movimento) da HM9, resultado de três anos de desenvolvimento, foi criado totalmente in-house, graças à experiência acumulada em 13 anos (em 2018) de existência de MB&F e aos 14 movimentos distintos previamente criados.

Colecionadores e admiradores da MB&F de longa data reconhecerão o "pedigree" mecânico do motor da HM9. Seu duplo balanço com diferencial descende de um sistema similar empregado na Legacy Machine Nº 2, embora adote uma estética bastante distinta. Se a LM2 destacava a pureza do desenho e o efeito hipnótico de seus osciladores suspensos, a HM9 é a esfuziante celebração de um incrível design.


Os balanços do motor da HM9 estão separados no espaço e trabalham de forma individual para garantir que vibrem de acordo com sua própria cadência independente de 2,5 Hz (18.000 aph). Eles proporcionam dois conjuntos de dados cronométricos ao diferencial central, que estabelece uma média para sua leitura.

Dois balanços que oscilam em um mesmo movimento inevitavelmente entrarão em ressonância, fenômeno mecânico que descreve oscilações conectadas em um estado de excitação harmônica mútua. Como no motor da LM2, a HM9 evita de forma deliberada induzir este efeito de ressonância. O objetivo de incluir dois balanços é obter conjuntos discretos de dados cronométricos que podem ser traduzidos por um diferencial para produzir uma leitura média estável. Este objetivo não seria atingido se os dois balanços oscilassem perfeitamente sincronizados, gerando os mesmos dados cronométricos a todo momento.


A HM9 lembra também a coleção Legacy Machine da MB&F pelos braços curvos que suspendem os balanços e pelo seu acabamento de aço polido que contrasta fortemente com as pontes do movimento. Existem duas versões do motor da HM9, uma com revestimento NAC escuro e outra de ouro rosa fosco.



MB&F HM9 Flow - Ficha técnica

Motor
Movimento a corda manual desenvolvido in-house.
Dois balanço totalmente independentes com diferencial planetário
Frequência: 18.000 aph (2,5 Hz)
Tambor único com 45 horas de reserva de marcha
301 componentes, 44 rubis
Horas e minutos visualizados em mostrador vertical

Caixa
Em titânio grau 5
Dimensões: 57 x 47 x 23 mm
43 componentes
Estanque até 3 atm (30 m); montada em três segmentos com junta tridimensional patenteada
Cinco cristais de safira com tratamento antirreflexos

Pulseira
Pulseira marrom de couro de bezerro costurada à mão com fecho de báscula de titânio desenhado sob medida

Preço
182.000 Dólares, sem impostos
 

NotíciasRelacionadas

29 de agosto de 2018
04 de maio de 2018
Publicidade

BRANDPARTNERS