Publicidade
Home  >  News Voltar

Jaeger-LeCoultreDuomètre à Quantième Lunaire

04 de agosto de 2010
A linha Duomètre recebeu no SIHH 2010 uma nova peça de exceção, o Duomètre à Quantième Lunaire, cujo mostrador oferece a hora, a data e as fases da lua com uma precisão absolutamente surpreendente e sem precedentes, graças a seu prodigioso movimento baseado no conceito Dual-Wing.


O Duomètre à Quantième Lunaire ilustra os últimos frutos da pesquisa relojoeira realizada nos laboratórios de Jaeger-LeCoultre: ele alcança o ápice da precisão com um segundeiro fulminante que progride mediante saltos de um sexto de segundo enquanto indica a data e as fases da lua em um contador subsidiário. Contudo, o aspecto realmente extraordinário deste relógio reside na conceção do movimento Dual-Wing, caracterizado pelas duas fontes de energia independentes: o primeiro trem de rodas se dedica plenamente à medição exata do passo do tempo, regulada pelo escape e balanço, o segundo se consagra à visualização das horas, minutos, segundos, data e fases da lua para ambos hemisferios. Sua sincronização é feita pelo mecanismo do segundeiro fulminante, conduzido por sua vez pelo escape.

Com seu linha Duomètre, a Manufatura demonstra uma vez mais que permanece como pioneira e mestre soberana da Alta Relojoaria. Este movimento de estrutura totalmente inédita garante a maior precisão possível. Para alcançar este objetivo, os relojoeiros da Jaeger-LeCoultre desenvolveram o conceito Dual-Wing, que respondeu a um problema recorrente a todos os relógios complexos: toda complicação adicional toma sua energia do barrilete, prejudicando o constante abastecimento requerido pelo órgao regulador, minuciosamente ajustado para cumprir sua função com máxima precisão. A regularidade da força liberada pelo barrilete ao trem de rodas e ao escape representa com efeito um fator primordial para garantir que a medida do tempo se efetue com a precisão requerida pelas exigências contemporâneas.

Por conseguinte, a influência de qualquer complicação perturba a precisão de marcha a longo prazo de um relógio, produzindo variações dificilmente aceitáveis em uma criação relojoeira de prestígio. Recorrer a uma fonte de energia totalmente independente e dedicada exclusivamente ao funcionamiento da complicação, é, sem nenhuma dúvida, uma alternativa notável. Esta solução permite separar a fonte de energia da complicação e a do movimento, que por sua vez é alimentado por seu própio barrilete para garantir a constância de seu fornecimento energético. O conceito Dual-Wing, revelado pela primeira vez em 2007 no Duomètre à Chronographe, encontra uma nova aplicação no novo Duomètre à Quantième Lunaire.

Os especialistas da Jaeger-Lecoultre criaram um relógio de calendário cujas características excepcionais oferecem uma precisão de marcha que até agora era privilégio exclusivo dos relógios sem complicações. Este enfoque tão complexo e sutil da medição do tempo demonstra com eloquencia as proezas que somente um know-how de 177 anos no âmbito da Alta Relojoaria permite realizar.

O Calibre Jaeger-LeCoultre 381 traz decorações específicas correspondentes às distintas funções do movimento. Os detalhes ornamentais refinados podem ser admirados através do fundo de cristal de safira do relógio, cujo desenho recorda os códigos estéticos da coleção Duomètre: linhas clássicas e discretas com um toque de originalidade. Apesar da caixa abrigar um movimento de prodigiosa complexidade, o mostrador seduz imediatamente por sua clareza, garantindo uma ótima leitura das indicações graças à sua divisão em duas partes: a hora e os minutos estão em um contador situado à direita, refletindo o contador da data e das fases da lua situado à esquerda. O segundeiro está disposto no centro enquando o segundeiro fulminante descreve suas evoluções em um contador disposto na metade inferior do relógio.

O novo Calibre Jaeger-LeCoultre 381

Concebido para alcançar a precisão mais elevada possível em um movimento mecânico, está dividido em duas seções, como se fossem duas asas, o que inspirou o nome Dual-Wing. Em ambos os lados, um barrilete e sua corda garantem uma reserva de marcha de 50 horas. O primeiro para as horas, minutos, segundos; o segundo inteiramente dedicado ao mecanismo do escape, para assegurar um fornecimento constante de energia. Ambos se carregam mediante a coroa: uma rotação em sentido horário arma o barrilete da medição do tempo (ou escape) enquanto que o mesmo movimento efetuado em sentido anti-horário remonta a reserva de marcha das funções (horas, minutos, segundos, segundeiro fulminante, data e fases da lua).

De extraordinária beleza, o Calibre Jaeger-LeCoultre 381 traz acabamentos excepcionais. Possui um grande balanço de 10 milímetros de diâmetro e uma inércia de 11,5 mg∙cm2, vibrando a uma frequencia de 21.600 alternâncias por hora (3 Hertz).

O segundeiro fulminante

A associação dos mecanismos mediante o ponteiro do segundeiro fulminante fornece a esta extraordinária realização uma série de vantagens únicas: o relógio pode ser regulado ao toque de um sinal horário sem necessidade de parar o regulador, um privilégio que permite aumentar ainda mais a sua precisão. O Duomètre à Quantième Lunaire possui dois segundeiros. O primeiro no centro e o segundo às 6 horas, com uma precisão de 1/6 de segundo. O ajuste da hora se efetua com facilidade puxando a coroa: neste momento, os dois segundeiros voltam a zero enquanto que o mecanismo do escape segue funcionando. Basta pressionar a coroa para ativar novamente os dois ponteiros simultaneamente, associando-as ao escape em marcha. Ao serem liberadas, as rodas dos ponteiros se engrenam com o mecanismo ativo da medição do tempo, voltando a girar instantaneamente com a mesma frequencia que o relógio, ou seja, 21.600 alternâncias por hora. Assim, a precisão de marcha é ótima instantaneamente, já que o balanço seguiu funcionando imperturbavelmente. Os "stop seconds" tradicionais, que param o balanço, necessitam de vários minutos até voltar a alcançar sua precisão, representando vários minutos durante os quais a variação de marcha é de vários minutos por dia. O ajuste da hora precisa é apenas uma ilusão.

O mecanismo que se esconde atrás dos ponteiros compreende essencialmente as duas rodas de escape solidárias ao mesmo eixo: uma funciona com a âncora enquanto a outra arrasta a estrela do segundeiro fulminante. Ao puxar a coroa, um dedo para a estrela de fulminante e esta alcança sua posição zero. Simultaneamente, um martelo de "volta a zero" faz voltar instantaneamente o segundeiro central às 12 horas através do coração dos segundos. Nenhum outro relógio mecânico oferece um ajuste da hora tão preciso.

A data e as fases da lua

A complicação do Duomètre à Quantième Lunaire está dedicada, por um lado, à data, e por outro, à sua expressão mais romântica, as fases da lua. A escala da data está transferida no contorno das fases da lua situado ao lado esquerdo do mostrador, enquanto que um duplo ponteiro indica respectivamente a idade da lua e a fase da lua no hemisfério Sul.

Para a duração do ciclo lunar, os relojoeiros da Jaeger-LeCoultre se baseiam na tradicional estrela de 59 dentes, que realiza um ciclo lunar completo em 29,5 dias. A indicação das fases da lua apontará uma diferença de 44 minutos e 2,8 segundos ao mês com relação ao fenômeno celeste, ou seja, 9 horas por ano ou um dia completo em três anos. Este erro pode ser corrigido com facilidade mediante um pulsador situado na lateral da caixa, na altura das 12 horas.

Desenho puro e acabamentos excepcionais

O Calibre Jaeger-LeCoultre 381 apresenta acabamentos esplêndidos em total respeito aos padrões mais elevados da relojoaria clássica, visíveis através de seu fundo de cristal de safira: os dois barriletes independentes são espiralados e chanfrados à mão enquantos os "rochês" têm acabamento escovado com motivos "sunray", com as indicações gravadas e douradas "Mouvement"" e "heure/minute". As pontes chanfradas e as molduras polidas destacam a diferença entre o mecanismo do relógio e a complicação data e fases da lua segundo o conceito Dual-Wing: as pontes do mecanismo destinado à medição do tempo têm formas retilíneas, enquanto as outras apresentam motivos com arabescos. As rodas e os pinhões trazem superfícies suavizadas e espiraladas. Os parafusos de aço azulado ao fogo e a platina principal em níquel-prata realçam a complexa natureza deste calibre excepcional, demostrando com orgulho que suas raízes datam da idade de ouro da relojoaria tradicional.

A caixa de 42 milímetros se distingue pela estética particular da coleção Duomètre: acabamentos escovados, polidos ou acetinados, em perfeita harmonia com o cristal de safira curvado - um desenho inspirado pelos célebres relógios de bolso construídos pela Jaeger-LeCoultre. No princípio da linha Duomètre, é confeccionada exclusivamente em metal precioso para destacar a singularidade do conceito Dual-Wing. Estará disponível em uma série limitada a 300 exemplares de ouro amarelo e em uma versão ilimitada de ouro rosa.

Hermética até 50 metros, a caixa possui um pulsador na altura das 10 horas para regular a data, e de um corretor na altura das 12 horas para ajustar as fases da lua. As asas soldadas se introduzen harmoniosamente nas linhas de uma elegante pulseira de couro de jacaré negro fosco ou chocolate dotada de um fecho dobrável.

Durante o uso, as partes recortadas do mostrador permitem admirar os elementos maravilhosamente decorados do movimento, como as das indicações da reserva de marcha, cujas funções estão diretamente gravadas nos barriletes. Além disso, os desenhistas dotaram o Duomètre à Quantième Lunaire de um fundo de cristal de safira que permite descobrir este calibre excepcional em todo seu esplendor.

Duomètre à Quantième Lunaire : características técnicas

Movimento:
? Calibre mecânico Jaeger-LeCoultre 381, de corda manual, produzido, montado e decorado à mão, 21.600 alternâncias por hora
? dois barriletes independentes , 50 horas de reserva de marcha
? 369 peças, 40 rubis, 7,25 mm de altura

Funções:
? horas, minutos, segundos, segundeiro fulminante, data, idade e fases da lua (para ambos hemisférios), reserva de marcha

Mostrador:
? "casca de ovo" para o modelo de ouro amarelo
? jateado à mão e prateado para o modelo de ouro rosa

Ponteiros:
? horas e minutos: tipo folha, em latão dourado
? segundeiros: bastão com contrapeso em forma de pera, banhados em ouro

Coroa:
? 1 coroa para por em marcha o relógio, carregar a reserva de marcha das funções, carregar a reserva de marcha do movimento, ajustar as horas e os minutos
? 1 pulsador para ajustar a data, 1 corretor para ajustar as fases da lua

Caixa:
? ø 42 mm, espessura: 13,5 mm, em ouro rosa ou ouro amarelo 18 quilates
? garras soldadas, acabamento polido e acetinado
? cristais de safira curvados, dureza 9, tratamento antirreflexos sobre a face e o fundo
? estanqueidade até 5 atm.

Pulseira:
? couro de jacaré negro ou chocolate, fosco, com fecho dobrável de ouro 18 K

Referências:
? Q6042420, ouro rosa 18 quilates
? Q6041420, ouro amarelo 18 quilates, série limitada a 300 exemplares
 
Versão em ouro amarelo
Versão em ouro rosa
Calibre 381, lado do mostrador
Calibre 381, verso
(Fotos por Carlos E. Tiburcio Ramos)

NotíciasRelacionadas

04 de outubro de 2019
23 de agosto de 2019

BRANDPARTNERS