Publicidade
Home  >  News Voltar

Cartier - SIHH 2011Calibre de Cartier Astrotourbillon, Calibre 9451 MC

09 de dezembro de 2010
Símbolo de inigualável criatividade, a alta relojoaria Cartier aponta para o futuro através de seu persistente desejo de combinar magistral expertise com experimentação técnica, conhecimento com distinção e o amor pela relojoaria com uma paixão por soberbos acabamentos e detalhes.


A 21ª edição do Salão Internacional da Alta Relojoaria reafirmará os desafios da Cartier, certamente com muito sucesso, graças a exemplos como a modernidade do Calibre de Cartier Astrotourbillon em titânio, a arte e a exuberância do Relógio Turbilhão e Crocodilo para mulheres, já apresentado por Relógios & Relógios.


Leve e poderoso, imponente e confortável

O mecanismo Astrotourbillon, apresentado em 2010 após cinco anos de desenvolvimento pela Manufatura, chega agora ao relógio Calibre de Cartier. Este relógio distinto, cujo espetacular diâmetro é compensado pela extrema leveza do titânio, exibe meticulosos acabamentos tanto na caixa como no movimento.

Ele é um exclusivo exemplo da alta relojoaria pela Cartier, disponível em uma série em edição limitada de 100 relógios individualmente numerados.


Um movimento criativo e técnico

O movimento 9451 MC possui um turbilhão que contém os órgãos do escapamento e a espiral. Como em um turbilhão clássico, a carruagem é impulsionada pela terceira roda. O pinhão do escapamento gira ao redor de uma roda de segundos fixa (a quarta roda do trem de engrenagens) de modo a conduzir o escapamento. Contudo, este espetacular turbilhão, chamado de Astrotourbillon, possui diversas características especiais que o tornam único.

Em primeiro lugar, sua carruagem está posicionada no centro do movimento e assim conta com um eixo rotacional especial. Isto, naturalmente, envolveu redesenhar todo o trem de engrenagens, desde os tambores de corda até as indicações de horas e minutos.

Segundo, e isto é o que cria o marcante efeito visual do Astrotourbillon, o balanço e a roda de escape não estão sobre o mesmo eixo rotacional da carruagem. Eles estão posicionados em um lado da carruagem, linearmente ao seu eixo de rotação.

Por último, a carruagem do turbilhão está posicionada "sobre" o movimento, entre dois mostradores, ao invés de estar diretamente integrado ao movimento como em um turbilhão clássico. Esta construção central é incomum e tem consequências tanto estéticas como técnicas.

Visualmente, a carruagem alongada realiza uma revolução por todo o mostrador a cada minuto, enquanto a ponte do balanço descentrada, no formato de uma seta, indica os segundos.

Tecnicamente, para assegurar que a carruagem seja perfeitamente balanceada, um contrapeso de platina foi colocado no seu lado oposto, oculto sob o mostrador central. De forma a controlar sua inércia durante a rotação, o peso da carruagem teve que ser limitado (0,39 g no total, excluindo o contrapeso), tendo então sido produzida em titânio.


Uma caixa muito refinada

Apresentado em 2010, o calibre 9451 MC é abrigado em uma nova e imponente caixa de 47 mm que oferece uma moldura sob medida para sua criatividade técnica.

O leve titânio dá uma sensação natural de força e presença, reforçada pelo excepcional conforto de uso de um desenho ergonômico com quatro garras que se curvam para melhor se adaptarem ao formato do pulso do utilizador.

Na refinada silhueta destacam-se duplos ombros acetinados e polidos, que protegem a coroa octogonal de quaisquer choques que possam interferir com a operação do relógio. Os rigorosos padrões e a criatividade demonstrada por esses detalhes se estendem aos numerais Romanos, que oferecem uma marcante reinterpretação dos códigos da Cartier com um numeral XII sobredimensionado dominando o mostrador.

Sua identidade é ainda mais realçada por uma sucessão de acabamentos semicirculares, que refletem perfeitamente a dinâmica do século XXI.


Calibre de Cartier Astrotourbillon, calibre 9451 MC

Caixa em titânio, diâmetro de 47 mm
Coroa octogonal em titânio, engastada com uma safira facetada
Cristal de safira
Fundo em cristal de safira
Resistência à água de 30 metros
Pulseira de couro de jacaré preto
Fecho duplo de báscula ajustável, em ouro branco 18 K

Movimento Calibre 9451 MC, Astrotourbillon mecânico de manufatura, a corda manual
Diâmetro de 17 ¾ linhas, (40,10 mm)
Espessura de 9,01 mm
192 peças, 23 rubis
Balanço com 21.600 vibrações/hora
Reserva de marcha de aprox. 48 horas
Movimento individualmente numerado
 
(Imagens Laziz Hamani © Cartier 2010)

NotíciasRelacionadas

07 de abril de 2020
23 de janeiro de 2019

BRANDPARTNERS