Publicidade
Home  >  News Voltar

Jaeger-LeCoultre"Yearbook Five" e a dualidade do Reverso

21 de novembro de 2011
Desde 2007, a Manufatura Jaeger-LeCoultre publica seu "Livro Anual", um livro de formato grande, com esplêndidas imagens, inspirado nas novidades da Grande Maison do Vallé de Joux e que abre uma janela para vastos horizontes culturais e artísticos.



A Jaeger-LeCoultre dedica sua quinta edição ao Reverso. Para celebrar os 80 anos do legendário relógio reversível, esta suntuosa publicação revela alguns dos modelos mais emblemáticos e exclusivos criados desde 1931.


Ela destaca os mecanismos mais extraordinários e apresenta a história dos Reverso gravados com emblemas de reis e príncipes.


O novo Livro Anual também destaca uma das facetas mais prolíferas do Reverso: a dualidade. Originalmente inventado para proteger o relógio durante as partidas de polo, o sistema de giro da caixa extrapolou desde o começo a mera função de proteção.


O dorso do relógio tem sido interpretado de mil maneiras: personalização, exibição do movimento, duplo fuso horário, engaste de pedras preciosas, etc. A partir deste jogo frente/verso, o Livro Anual mostra pontos de vista originais do mundo e seus protagonistas.


Através da pluma do periodista russo Eduard Dorozhkin e a visão do artista transformista italiano Arturo Brachetti, da historiadora de arte francesa Joël Busca e da fotógrafa estadunidense Mary Ellen Mark, este livre artístico vai muito mais além das aparências.


Desde os bastidores do Bolshoi aos vulcões da Islândia, passando pela Argentina ou África, ele busca surpreender, deixando de lado as máscaras. Mas, por trás de cada máscara, por acaso não há outras máscaras?


Entre dualidade e identidade sempre há discrepâncias. O que permite distinguir os gêmeos? Metamorfoses, choque dos elementos primários: a dualidade produz um jogo de ecos e reflexos que geram sentido.

Radiante como o Reverso, esta publicação tem prazer em desmascarar, surpreender, seduzir, jogar com o visível e o previsível.


Digna de ocupar um posto na biblioteca dos amantes da arte e da relojoaria, uma edição indispensável para todos os apaixonados pela Jaeger-LeCoultre, o Yearbook Five se inspira na reversibilidade do Reverso. Mas o encanto que desprende permanece irreversível.


Nesta quinta edição do seu Livro Anual, a Jaeger-LeCoultre publica fotos de Astrid Muñoz, uma modelo e fotógrafa de origem Porto-riquenha nascida em 1974.


Vivendo atualmente entre a Argentina e a Inglaterra, Muñoz buscou a Dualidade em uma série de retratos em preto e branco de gaúchos jovens e maduros, de grande beleza, feitos na Argentina. Entre eles, uma fotografia de Tito Lezano, o mais renomado cavaleiro na história do polo Argentino.


A publicação será distribuída na e-Boutique da Jaeger-LeCoultre, assim como nas Boutiques Jaeger-LeCoultre ao redor do mundo.
 

NotíciasRelacionadas

04 de outubro de 2019
23 de agosto de 2019

BRANDPARTNERS