Publicidade
Home  >  News Voltar

Tag HeuerO novo Calibre 1969

28 de novembro de 2013
Após o lançamento em 2009 do movimento de cronógrafo automático Calibre 1887, a TAG Heuer apresenta um segundo movimento de manufatura própria, o Calibre 1969.



O novo movimento automático integrado é produzido na recém-inaugurada manufatura TAG Heuer, a quarta, situada em Chevenez, no cantão do Jura suíço. Segundo a marca, o custo total do novo projeto foi de 20 milhões de francos suíços, para um volume total de 500 movimentos em 2013, 5.000 em 2014.


O Calibre 1969 possui sistema de embreagem vertical, com frequência de 28.800 alternâncias/hora (4 Hz), reserva de marcha de 70 horas e uma variação de 4 a 6 segundos a cada 24 horas. O movimento com 6,5 mm de espessura incorpora 233 componentes suíços.

O desenho dos contadores é similar ao do Calibre 11 original da Heuer, um clássico "tri-compax": contador de segundos central com contador de minutos do cronógrafo às 3, contador de horas às 9 e pequenos segundos às 6 horas. O calibre 1969 também conta com uma janela de calendário às 9.


A decoração conta com massa oscilante em carbureto de tungstênio negro acetinado com bordas biseladas polidas e "Côtes de Genève". As pontes, platinas e ébauches são fabricados em Chevenez.

Ao incorporar o Calibre 1887 e o Calibre 1969 à sua produção, a TAG Heuer busca assegurar sua liderança na produção de cronógrafos. O volume de produção dos dois movimentos superou as 50.000 unidades em 2013 e alcançará as 100.000 em 2016 com base em previsões objetivas.


Com isto, a TAG Heuer se torna a marca com maior produção industrial de cronógrafos da indústria relojoeira suíça, e uma das poucas manufaturas suíças com capacidade para fabricar a totalidade de seus próprios componentes principais - não apenas os movimentos, mas também mostradores e caixas.
 

NotíciasRelacionadas

10 de abril de 2022
22 de março de 2022
01 de fevereiro de 2022
14 de dezembro de 2021
Publicidade

BRANDPARTNERS