Publicidade
Home  >  News Voltar

Jaeger-LeCoultre - SIHH 2010Master Compressor Extreme LAB 2

29 de janeiro de 2010
A Jaeger-LeCoultre rende tributo ao universo da exploração e invenção com seu novo cronógrafo da linha Master Compressor Extreme LAB.


A Manufatura de Le Sentier apresenta o novo Master Compressor Extreme LAB 2, dotado de um novo movimento de cronógrafo mecânico, especialmente concebido para os ambiente mais extremos. Esta criação exibe os estreitos laços de parentesco que o unem a um dos relógios técnicos emblemáticos da Grande Maison, o Cronômetro Geophysic de 1958. Dando continuidade à linhagem do Master Compressor Extreme LAB 1, esta peça está equipada com funções inovadoras e mecanismos de alto desempenho técnico - uma síntese dos últimos avanços científicos, materiais de ponta e as descobertas mais recentes na pesquisa relojoeira.


Assista a um vídeo de divulgação do Master Compressor Extreme LAB 2:




Este novo relógio associa a máxima ergonomia a precisão e fiabilidade sem igual. Uma série de inovações converte este relógio em um instrumento dedicado aos exploradores extremos: seletor de funções integrado na coroa de fácil uso, "stop seconds" manual, reserva de marcha circular e função GMT que se pode consultar em um piscar de olhos.

Para homenagear o Geophysic, os engenheiros de Jaeger-LeCoultre decidiram resolver um problema tão antigo quanto a relojoaria: as constantes irregularidades da cronometria sob o efeito dos campos magnéticos. Em estreita colaboração com um grupo de físicos pesquisadores, a empresa criou e aperfeiçoou soluções inéditas para diminuir o anular a nefasta influência do magnetismo terrestre.

O movimento, que se abriga em uma robusta caixa confeccionada em uma liga de titânio TiVan15, ultraleve e muito resistente à tração, está dotado de um aro high-tech de cerâmica ultrarresistente a rachaduras. Pulsadores especialmente desenhados para garantir um ótimo conforto de uso oferecem uma superfície de borracha e cumprem a função de protetores de coroa. A pulseira está dotada de um sistema de câmbio rápido integrado no fundo da caixa; um novo fecho de dupla lâmina oferece um ajuste inédito de comprimento que assegura um perfeito ajuste ao pulso.

Para controle da qualidade do Master Compressor Extreme LAB 2, a Manufatura não hesitou em submetê-lo a um rigoroso teste nas severas condições das maiores altitudes de montanha. O relógio suportou a prova de uma rude expedição ao Himalaia, destinada a conquistar um pico virgem, hoje batizado como "Monte Antoine LeCoultre".

Seletor de funções

Ativado por um pulsador integrado à coroa, o seletor de funções permite ajustar todas as funções sem necessidade de soltar a coroa. Para selecionar a função, basta girar a coroa. Em sua posição "neutra", a coroa permite dar corda ao relógio.

Uma pressão permite ajustar a hora do segundo fuso horário assim como a data. Uma pressão suplementar muda a coroa para ajustar a hora do fuso principal. Nova pressão permite que o sistema volte à sua posição inicial.

Assim, o mecanismo para extrair a coroa torna-se obsoleto, assegurando ademais uma estanqueidade única sem recorrer à tradicional chave de compressão.

O dispositivo Stop Seconds

Na posição de ajuste da hora pelo seletor, o segundeiro continua sua progressão sem alterar a precisão de marcha do relógio. Para ajustar a hora com exatidão a partir de um horário padrão, basta ativar o gatilho situado sobre o flanco esquerdo da caixa. A dupla ação de deslizar e pressionar o gatilho imobiliza o segundeiro, que continuará sua marcha após ser solto. Esta manipulação em duas etapas - o deslizamento e a pressão - permite evitar erros de manuseio.

Contador digital de minutos do cronógrafo

Durante as atividades de longa duração, o contador de minutos do cronógrafo tem uma importância tão crucial quanto o segundeiro. Para garantir uma ótima legibilidade, os relojoeiros da Manufatura resolveram adotar uma visualização de leitura imediata: um grande contador de 2 dígitos situado às 12 horas para os minutos do cronógrafo. Seu funcionamento se baseia em um mecanismo saltante instantâneo, ativado no preciso momento em que o segundeiro termina sua revolução. O totalizador das horas do cronógrafo está situado às 9 horas, coaxialmente ao segundeiro.

Um desenho forte para um uso simples e fiável

Inspirada no Master Compressor Extreme LAB, a construção da caixa apresenta uma ótima ergonomia. Os materiais high-tech e as ousadas formas associadas à estrutura dupla da caixa conferem a este cronógrafo superlativo todos os atributos emblemáticos de um instrumento de vanguarda.

O aro negro de cerâmica e o cristal de safira formam uma proteção à prova de riscos. Na lateral, os engenheiros da Manufatura optaram por uma construção em duas partes, na qual uma base externa serve de fixação para o bracelete e de suporte para a caixa interna que abriga o movimento. Este sistema conjuga robustez e leveza graças a uma nova liga, o TiVan15. Composição de titânio e vanádio, esta liga oferece uma resistência à tração 15% superior às das ligas tradicionais de titânio. As características estéticas e a construção do relógio revelam seu capacidade de desafiar qualquer meioambiente, incluindo os mais difíceis e rigorosos.
O amplo mostrador permite contemplar através do cristal de safira os detalhes da estrutura do calibre. O revestimento em PVD negro de diversos componentes do movimento forma um impressionante contraste com os dígitos e os ponteiros para dar a este cronógrafo esportivo de exceção uma máxima legibilidade em qualquer circunstância.

O segundo fuso horário

Em um relógio de explorador, a presença de uma função GMT representa um atributo fundamental. Respeitando uma tradição bem estabelecida nos calibres Jaeger-LeCoultre, o segundo fuso horário que indica a hora do lugar de residência habitual é indicado com um segundo ponteiro central de horas, completado pela visualização das 24 horas às 6. O ajuste do fuso de viagem se efetua mediante o seletor de funções, que também ajusta a hora.

Principais características

Este novo cronógrafo, com 566 componentes, integra os últimos frutos das pesquisas realizadas pela Manufatura. O Calibre Jaeger-LeCoultre 781 integra um cronógrafo equipado com uma roda de colunas enquanto a precisão de arranque e parada da medição do tempo se controla com uma embreagem vertical. O grande balanço com inércia de 11,5 mg?cm2 pulsa a um ritmo de 28.800 alternâncias por hora e com amplitude que somente varia de maneira marginal em caso de golpe. Está dotado de parafusos de regulação de inércia variável. A ausência da raquete tradicional, empregada para regular a frequencia do volante, suprime o risco de troca de posição causado por um golpe violento. O porta-píton é fixado por dois parafusos. A espiral está dotada de um dispositivo de proteção particular que restringe sua oscilação durante os momentos delicados, por exemplo em caso de golpe. A ponte do balanço tem duplo apoio para aumentar sua resistência. Todos os componentes do escape e a mola espiral são de silício, material muito apreciado pelos relojoeiros, pois associa leveza, solidez e propriedades antimagnéticas.

O mecanismo está equipado com um rotor fixado sobre rolamentos de esfera produzidos em cerâmica que não necessitam lubrificação e que garante uma reserva de marcha de 60 horas. Todas as peças do movimento estão minuciosamente decoradas ou revestidas com PVD. Cada Master Compressor Extreme LAB 2 deve suportar as rigorosas provas de 1000 horas da Jaeger-Lecoultre, destinadas a verificar seu impecável funcionamento em qualquer circunstância.

O magnetismo

Para aumentar ao máximo a fiabilidade de um relógio, convém proteger seu movimento dos efeitos exercidos pelos campos magnéticos externos. Durante suas pesquisas, os relojoeiros e engenheiros da Jaeger-LeCoultre abandonaram a tradicional dupla caixa introduzida no interior do relógio devido a seu volume e a seu peso.

Graças ao escape de silício, um material duro e totalmente antimagnético, desenvolvido pelos especialistas da Manufatura, obteve-se uma solução contemporânea para este problema. Além de suas propriedades antimagnéticas, este material apresenta vantagens como a ausência de lubrificação, baixo coeficiente de atrito, elaboração realmente precisa e extrema leveza.

Jaeger-LeCoultre e suas pesquisas a de materiais da rodagem

Em colaboração com um grupo de trabalho composto por físicos, engenheiros e relojoeiros, os especialistas adotaram uma liga particular para confeccionar os últimos elementos da rodagem situados antes do escape. Esta opção permitiu reduzir em grande medida os riscos de magnetização do movimento. Graças a estes materiais, o Master Compressor Extreme LAB 2 se opõe aos campos magnéticos até 240 Gauss - um valor quatro vezes maior à norma ISO 9010, sem ter que encerrar o movimento em uma volumosa caixa interna.

Uma segunda versão do Master Compressor Extreme LAB 2

Além do esportivo Master Compressor Extreme LAB 2, com seu caixa de TiVan15, batizado como "Tribute to Geophysic" em homenagem a seu célebre antecessor, a Jaeger-LeCoultre apresenta um segundo modelo que se distingue por uma característica específica: a base que suporta a caixa de TiVan15 é confeccionada em ouro rosa 18 K.

A caixa de metal precioso oferece características estéticas distintas; a base de ouro rosa revela claramente que este modelo está concebido para um uso em condições menos rigorosas. O modelo está dotado de todas as funções emblemáticas da linha, o que o converte no relógio ideal para o explorador que não pode conceber a aventura sem um toque de glamour.

A Expedição Geophysic ao Himalaia

A Jaeger-LeCoultre realizou uma prova de resistência do novo Master Compressor Extreme LAB 2, antes de seu lançamento oficial. Em homenagem ao célebre antecessor, a Manufatura lhe ofereceu uma prova de grande envergadura, destinada a ilustrar a extraordinária funcionalidade da linha Master Compressor.

No outono de 2009, a Jaeger-LeCoultre patrocinou a "Expedição Antoine LeCoultre", durante a qual três alpinistas experimentados lutaram para conquistar uma cume ainda virgem do Himalaia. O Master Compressor Extreme LAB 2 Tribute to Geophysic foi um dos relógios que acompanhou os atletas durante sua ascenção. A equipe era composta pelo célebre escalador suíço Stéphane Schaffter, do sherpa paquistanês Little Karim Balti e do grande Apa Sherpa, atleta nepalês que conquistou o cume do Everest em 19 ocasiões. Assim se lançaram à conquista de um cume tecnicamente muito difícil de 6589 metros de altitude. Após uma difícil ascensão - tiveram que enfrentar uma tormenta de neve ao chegar ao campo de base coberto por 40 centímetros de neve fresca - e sob a constante ameaça de avalanches, finalmente alcançaram o cume em 22 de novembro de 2009, batizando a montanha como "Monte Antoine LeCoultre".

Os alpinistas confiaram plenamente na precisão dos instrumentos Jaeger-LeCoultre: um cronômetro histórico Geophysic de 1958, um Master Compressor Extreme LAB, um Master Compressor Extreme World Chronograph e o novo Master Compressor Extreme LAB 2. Não somente tinham a intenção de acrescentar um novo cume a seus notáveis currículos, mas também queriam levar a cabo esta aventura com o espírito que guiava os grandes escaladores das épocas heróicas. Este enfoque concorda perfeitamente com a tradição da Jaeger-LeCoultre que associa os conceitos clássicos da relojoaria com a tecnologia de ponta para responder às exigências de nossa época.

Master Compressor Extreme LAB 2: características técnicas

Calibres Jaeger-LeCoultre 780 e 781
- Movimentos mecânicos automáticos de Manufatura Jaeger-LeCoultre
- 569 componentes para o Calibre 780 e 566 componentes para o Calibre 781
- Diâmetro: 34,7 mm. Altura: 8,58 mm
- Indicação radial sobre 180° das 60 horas de reserva de marcha
- Movimento resistente a campos magnéticos de 240 Gauss (Calibre 781)

Funções
- Cronógrafo com contador de minutos de dois dígitos
- Seleção de funções pela coroa, com indicador sobre o mostrador
- Fuso principal com ajuste mediante saltos de uma hora
- Segundo fuso horário (horas e indicação de 24 horas), data
- Segundeiro pequeno, "stop seconds" independente

Cronógrafo
- Minutos grandes (contador digital de dois discos, saltante sobre 60 minutos)
- Contador de segundos a um oitavo de segundo
- Contador das horas sobre 24 horas
- Roda de colunas, embreagem vertical
- Pulsadores e protetoras com revestimento de borracha

Seletor de funções
- Coroa de cerâmica com pulsador integrado para a seleção das funções
- Sistema de seleção tipo roda de colunas
- Indicador de três posições: 1. corda, 2. data e segundo fuso, 3. Ajuste da hora

Escape
- 28.000 alternâncias por hora
- Grande balanço de inércia variável (11,5 mg∙cm2)
- Ponte de balanço com dois pontos de fixação com e bloqueio do porta-píton
- Escape de silício antimagnético (unicamente o Calibre 781)

Carga automática
- Massa montada sobre rolamento de esferas de cerâmica, dispensa lubrificação
- Carga unidirecional com massa de três braços e segmento de platina

Caixa
- 143 componentes, com de duplo anel, aro de cerâmica
- Pulsadores de cronógrafo ergonômicos com proteção
- Cristal de safira (fundo e mostrador)
- Materiais das duas versões:
- TiVan15 (material exclusivo Jaeger-LeCoultre).
Aro e coroa de cerâmica, borracha sobre os protetores de pulsadores. Calibre 781
- Ouro rosa 18 quilates e TiVan15 (material exclusivo da Jaeger-LeCoultre).
Aro e coroa de cerâmica, borracha sobre os protetores de coroa. Calibre 780
- Diâmetro: 46,8 mm. Altura: 16,5 mm

Mostrador e ponteiros
- Mostrador em esqueleto, pontes revestidas de PVD negro, índices luminosos
- Ponteiros em esqueleto antimagnéticos (unicamente no Calibre 781)

Referências
Q2032470, ouro rosa 18 quilates
Q203T470, TiVan 15
 
(Fotos divulgação)
Leslie Eaker (JLC) nos apresenta o Master Compressor Extreme LAB 2 (Fotos por Carlos E. Tiburcio Ramos)
O fundo do Master Compressor Extreme LAB 2
César Rovel, Leslie Eaker e Joel Cordier, relojoeiro da Jaeger-LeCoultre
O Geophysic de 1958 (Fotos divulgação)
O Monte Antoine LeCoultre

NotíciasRelacionadas

04 de outubro de 2019
23 de agosto de 2019

BRANDPARTNERS