Adicionar aos Favoritos      Indique este Site sábado, 30 de maio de 2020                                                                         
notícias
Clique para zoom
Lote 311
Clique para zoom
Lote 312
Clique para zoom
Lote 313
Clique para zoom
Lote 314
Clique para zoom
Lote 315
Clique para zoom
Lote 316
Clique para zoom
Lote 317

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
Documentos originais de Breguet vão a leilão

quinta-feira, 22 de abril de 2010

O Hotel Mandarin Oriental de Genebra será, no próximo dia 25 de Abril, o palco de um leilão que deve obrigatoriamente ser destacado. A Patrizzi & Co realizará o leilão de um conjunto de documentos únicos, em 7 lotes, atribuídos a Abraham-Louis Breguet, os quais a casa leiloeira considera como os mais importantes em existência.



A História por detrás dos documentos


Cinco anos antes da sua morte, Breguet começou a anotar para a posteridade os seus feitos no âmbito da relojoaria. Durante estes últimos cinco anos, ditou ao seu assistente Louis Moinet toda a sua experiência e segredos. A intenção de Breguet era de que esses documentos dessem origem a um livro ímpar na história da relojoaria. Escrito de forma simples, exibia explicações detalhadas a partir das quais outros relojoeiros poderiam aprender e perceber os segredos que ditaram o sucesso da sua carreira, incorporando posteriormente as suas próprias ideias.


Todos os dias, após Moinet terminar de redigir o que Breguet ditara, os textos eram lidos e corrigidos pela própria mão do mestre. Com este fim, o verso de cada folha era deixado em branco, de maneira a fornecer o espaço necessário às diversas indicações e correções. Breguet fez muitas correções, algumas após os textos e outras no próprio texto.


Com a morte de Breguet em 1823, o livro estava virtualmente terminado, e como seria natural, aqueles que conheciam a existência deste trabalho estavam impacientes pela possibilidade de aprender os segredos do maior relojoeiro da sua época. Mas, para grande incredulidade de todos, Moinet empreendeu uma fuga com o manuscrito. O filho de Breguet, Antoine-Louis, empreendeu de imediato uma ação legal destinada a reclamar o documento do seu pai, e após anos de batalhas nos tribunais, obteve finalmente a sua devolução.


Após a recuperação do manuscrito, Antoine-Louis pretendia presumivelmente completar alguns aspectos da obra antes de publicá-la, mas os longos anos de batalhas jurídicas deram origem a um trabalho lento que não pode ser terminado antes da sua morte. Em consequência o manuscrito ficou escondido desde então.


Entretanto, e após perder a batalha nos tribunais, Moinet deu seguimento à publicação do seu próprio livro, o qual representa um excelente tratado de relojoaria, não tendo nada a ver com o trabalho de Breguet como até agora era especulado.


Ao fim de quase 200 anos, a Patrizzi & Co anunciou o ressurgimento do documento e submeteu-o à apreciação do público. A importância deste documento não pode ser subestimada. A informação que neles está contida representa o conhecimento de uma vida, e inclui escritos pela própria mão do mestre, da qual poderemos aprender detalhes que até agora estavam apenas no domínio da especulação.



Lote 311


História e filosofia de Breguet, escrito entre 1818 e 1823 em Paris.

Dimensões – 35 cm x 23 cm
24 páginas

Base de arremate estimada – CHF 40.000 – 80.000


Lote 312


Relógios de um só ponteiro e a nova repetição, escrito entre 1818 e 1823 em Paris.
Este é o manuscrito original no qual Breguet descreve os modelos que batizou de “relógios de um só ponteiro” e que conhecemos por “souscription”.

64 páginas
Dimensões – 31 cm x 20 cm

Base de arremate estimada – CHF 40.000 – 80.000


Lote 313


O “souscription” e os mecanismos de repetição, escrito entre 1818 e 1823 em Paris.
Este é o manuscrito final no qual Breguet descreve os seus modelos “souscription”, o seu início de um ponto de vista histórico, assim como a sua descrição técnica.

92 páginas
Dimensões – 35 cm x 23 cm

Base de arremate estimada – CHF 40.000 – 80.000


Lote 314


“Perpétuos” e as suas repetições, escrito entre 1818 e 1823 em Paris.

28 páginas
Dimensões – 35 cm x 23 cm

Base de arremate estimada – CHF 40.000 – 80.000


Lote 315


Equação do Tempo, Calendários e Turbilhões, escrito entre 1818 e 1823 em Paris.

52 páginas
Dimensões – 35 cm x 23 cm

Base de arremate estimada – CHF 40.000 – 80.000


Lote 316


Relógios de Marinha, escrito entre 1818 e 1823 em Paris.

32 páginas
Dimensões – 35 cm x 23 cm

Base de arremate estimada – CHF 40.000 – 80.000


Lote 317


Cronômetros Marítimos, Relógios de Longitude, espiral de balanço Breguet, escrito entre 1818 e 1823 em Paris.

62 páginas
Dimensões – 35 cm x 23 cm

Base de arremate estimada – CHF 40.000 – 80.000
 
Topo
Mais Notícias:
29/05/2020 - Louis Moinet - Entrevista com Jean-Marie Schaller
 
28/05/2020 - Louis Moinet - Interview with Jean-Marie Schaller
 
25/05/2020 - Gerald Charles - Maestro Anniversary
 
22/05/2020 - Louis Moinet - Spirit of Jules Verne
 
21/05/2020 - Baume & Mercier - WW2020 - Clifton Baumatic Day-Date Moonphase
 
20/05/2020 - IWC - WW2020 - Portugieser Yacht Club Moon & Tide
 
19/05/2020 - Jaeger-LeCoultre - WW2020 - Master Control Chronograph Calendar
 
18/05/2020 - Panerai - WW2020 - Submersible EcoPangaea Tourbillon GMT - Mike Horn Edition
 
12/05/2020 - Purnel - WW2020 - Escape II
 
11/05/2020 - Vacheron Constantin - WW2020 - Traditionnelle Tourbillon Chronograph
 
24/04/2020 - Louis Moinet - Os Discovery Days
 
24/04/2020 - Louis Moinet - The Discovery Days
 
23/04/2020 - Watches & Wonders - Lançamento de plataforma digital
 
22/04/2020 - Maximilian Büsser & Friends - Horological Machine No.10 Bulldog
 
20/04/2020 - Baselworld - Rolex, Patek, Chopard, Chanel, Tudor e LVMH deixam Baselworld!
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2020

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais