Adicionar aos Favoritos      Indique este Site terça-feira, 15 de outubro de 2019                                                                         
notícias
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom
Clique para zoom

Clique nas imagens para visualizar as ampliações
Entrevista com Rodrigo Anzanello, da Orient do Brasil

segunda-feira, 24 de abril de 2006

Rodrigo Anzanello, desde o ano 2000, é Gerente de Desenvolvimento de Produto da Orient do Brasil. Mesmo sendo um engenheiro eletrônico, sua verdadeira paixão são os relógios mecânicos.

O que você fazia antes de ingressar na Orient?

Na verdade, ingressei em 1998 na Orient, logo após a minha formatura. Desde o ano 2000, sou Gerente de Desenvolvimento de Produto. Nesta função, sou responsável pelo design e pelos movimentos dos relógios Orient vendidos no Brasil.

Onde são produzidos os relógios vendidos no Brasil?

Todos os relógios são fabricados no Japão, e montados na Zona Franca de Manaus. Aliás, a montadora brasileira é reconhecida pela nossa matriz japonesa como uma das melhores do mundo.

A Orient sempre teve uma a imagem de um relógio de excelente qualidade, mas de acabamento simples, barato e popular. Quais as armas da Coleção LE para mudar esta história?

Esta imagem da Orient refere-se unicamente ao mercado brasileiro, já que no Japão e na Europa, por exemplo, a Orient comercializa relógios que se equiparam ao suíços em acabamento, como os Orient Star. A Coleção LE pretende mostrar ao público brasileiro que a Orient é, sim, capaz de fabricar relógios de luxo, a um preço muito mais baixo que um suíço de mesmo nível de acabamento e complicações. Com isto, pretendemos realmente um novo posicionamento da marca Orient no Brasil.

Em que faixa de preço será lançada a nova coleção?

Os preços terão uma variação entre 1300 e 1700 reais.

Qual a posição da Orient no mercado brasileiro?

O Oriente detém hoje 20% produção (montagem) nacional.

Quais os principais concorrentes da marca no mercado nacional?

Pelo seu perfil e pelo posicionamento da marca, são a Seiko e a Citizen.

Faça uma breve descrição dos modelos da nova coleção.

Todos os relógios da Coleção LE serão mecânicos automáticos desenvolvidos para o mercado nacional, com 39,5 mm de caixa, 11,5 mm de altura, em aço inoxidável, com complicações tais como GMT, reserva de marcha e hora mundial. Seu design é atemporal, sem modismos, voltado para colecionadores que desejam relógios comportados e clássicos.

O acabamento é de alto nível, com pulseira maciça em aço ou em couro. O fundo é em cristal mineral e o vidro em safira anti-reflexo curvo.

Qual o volume de produção da nova coleção?

Do modelo com pulseira de aço serão produzidas 215 peças, e com pulseira de couro serão 579 relógios. Estas quantidades foram definidas em alusão à data de início das atividades da fábrica da Orient no Brasil: 21/5/79.
 
Topo
Mais Notícias:
09/10/2019 - Label Noir - Uma visita à sede da Label Noir
 
09/10/2019 - Label Noir - A visit to the headquarters of Label Noir (in English)
 
04/10/2019 - Jaeger-LeCoultre - Gyrotourbillon 3 Meteorite
 
23/09/2019 - Harry Winston - Histoire de Tourbillon 10
 
10/09/2019 - Bvlgari - Baselworld 2019 - Octo Finissimo Chronograph GMT
 
09/09/2019 - Bell & Ross - Nova coleção BR 05
 
04/09/2019 - Audemars Piguet - Millenary Frosted Gold Philosophique
 
03/09/2019 - Voutilainen - Baselworld 2019 - O excepcional 28ti
 
29/08/2019 - Montblanc - Em Xangai, a Montblanc lançou seus novos relógios femininos
 
28/08/2019 - De Bethune - Baselworld 2019 - DB21 Maxichrono Réédition
 
23/08/2019 - Jaeger-LeCoultre - Polaris Date
 
19/08/2019 - Cyrus - Baselworld 2019 - Klepcys Vertical Skeleton Tourbillon
 
16/08/2019 - Maximilian Büsser & Friends - Legacy Machine FlyingT
 
13/08/2019 - Greubel Forsey - GMT Quádruplo Turbilhão
 
08/08/2019 - Panerai - Sugestões de presentes para o Dia dos Pais
 
Topo
arquivo de notícias relógios & relógios
 
 

HOME  |   R&R  |   FÓRUM  |   LINKS  |   ESPECIAL 2007  |   ESPECIAL 2008  |   IMPRENSA  |   CONTATO  |   CONTATO
Relógios & Relógios © Copyright 2019

 
 
parcerias
 
 
 
 
redes sociais