Publicidade
Home  >  News Voltar

Audemars Piguet - SIHH 2011Cronógrafo Royal Oak Offshore 44 mm

01 de julho de 2011
Três novos modelos foram adicionados à prestigiosa coleção de cronógrafos Royal Oak Offshore, da Audemars Piguet. O novo tamanho da caixa, os elementos de desenho e a escolha dos materiais são os toques sutis que abrem um novo horizonte para o emblemático relógio.



Apresentados durante o salão SIHH 2011, em Genebra, estes relógios trazem como principal característica o equilíbrio de forças, e já se converteram em peças significativas da coleção. Os códigos distintivos permanecem, pois seria insensato alterar a identidade de uma coleção lendária, quintessência do relógio esportivo, combinação de audácia e de elevado desempenho técnico.

A substância relojoeira também permanece, representada por um movimento mecânico de carga automática cujo acabamento merece um lugar de honra entre o mais refinado artesanato relojoeiro.


A caixa: perfeição superdimensionada

Desproporcionado? Enorme? No momento de sua criação, em 1992, alguns chegaram a dizer que ele não era de bom gosto... Contudo, ele provou ser um pioneiro! Seu desenho adotou a vigorosa forma do Royal Oak, o famoso octógono que em 1972 agitou a pacífica cena dos relógios redondos e clássicos.

Mas, vinte anos depois, o Royal Oak Offshore resultou ser ainda mais robusto e masculino. Ele deu o tiro de saída para a tendência dos relógios de tamanho grande, tendência que desde então não perdeu o fôlego. Hoje, a coleção Royal Oak Offshore é atualizada: a caixa do novo trio mede robustos e adequados quarenta e quatro milímetros.

Em cada uma das três versões, a caixa é composta por dois materiais. Na primeira versão, a cerâmica se associa ao aço, na segunda ao carbono forjado e na terceira ao ouro rosa. O carbono forjado é um material empregado especialmente na aeronáutica e a Manufatura Audemars Piguet foi a primeira a introduzi-lo na Alta Relojoaria.

Por sua resistência e dureza, os especialistas do departamento de P&D escolheram a cerâmica para o aro, por ser a parte do relógio mais exposta aos impactos e, por conseguinte, aos riscos. O grau de acabamento aplicado a este material merece uma menção especial, pois, se a relojoaria é uma apreciadora deste material, muito poucas casas relojoeiras sabem dar-lhe um acabamento esmerado.

As mós diamantadas retiram centésimos de material para obter a máxima fineza de detalhes possível, em um grande número de operações, que não apenas são delicadas, mas também exigem longo tempo de execução.

O contraste dos materiais permite destacar a imponência das laterais de quarenta e quatro milímetros. Em suma, com sua superfície animada por uma decoração acetinada vertical e chanfros polidos, os aros de cerâmica fortalecem o caráter do octógono. Este está pontuado por oito parafusos hexagonais de aço polido, como prescrevem os códigos da coleção, de desenho facilmente reconhecível, muito imitado mais nunca igualado.

O flanco direito do relógio foi objeto de atenção muito particular. Os protetores dos botões não fazem parte da caixa. Ao contrário, constituem duas peças distintas unidas à caixa por quatro parafusos aparentes.

Os botões também são compostos por duas partes: uma baixa e outra alta que serve de superfície de contato. Por conseguinte, a construção é muito complexa e requer um elevado número de operações, às quais se somam o acabamento.

Os protetores são acetinados com microesferas, enquanto que nos botões a base é acetinada com microesferas e a parte alta é acetinada e polida. Com tudo isto, trata-se de muito mais que uma simples mudança de tamanho, mas sim do retrabalho da estética da caixa. Com a perfeição de suas arestas, impõe um cronógrafo com linhas retas e esculpidas que irradiam segurança, eficiência e elevada sofisticação técnica.


Mostrador: puro e moderno

Os mostradores adotam um estilo muito sóbrio: não há nada puramente decorativo, tudo foi pensado para favorecer a legibilidade. Exibe ponteiros facetados de ouro branco ou rosa com um revestimento luminescente. Os índices, aplicados e facetados, de ouro branco ou rosa, levam substância luminescente.

Quanto às cores, contrastantes, buscam principalmente facilitar a leitura: mostrador e flange prateados com contadores negros e índices antracito para o aço; mostrador e flange negros com contadores prateados e índices de ouro rosa para a versão de ouro rosa. No modelo de carbono forjado, onde predomina o negro, o verde luminescente, característico dos instrumentos de medida, faz ressaltar os índices.

As indicações do cronógrafo se destacam pelos toques de cor vermelha, como nos ponteiros dos contadores do cronógrafo e dos segundos do cronógrafo. Cada mostrador exibe o motivo "Mega Tapeçaria", marca original da coleção. A pulseira de borracha preta ranhurada também respeita devidamente estes códigos.


O movimento: esplêndida mecânica

O fundo de cristal transparente da caixa permite que se admire o belo mecanismo que ela abriga. Elaborado com base no calibre de Manufatura 3120, o calibre 3126/3840 se distingue por sua notável fiabilidade. Sua ponte de balanço transversal assegura uma maior resistência aos impactos.

Quanto ao ajuste, mantém-se estável graças a um balanço de inércia variável com oito blocos de regulação. Além disso, o 3126/3840 garante um agradável conforto de uso, em particular graças ao seu calendário de salto instantâneo e correção rápida, à reserva de marcha de 60 horas e ao mecanismo de ajuste da hora dotado de uma parada de segundos.

Cabe também assinalar seu refinamento e o cuidado dedicado à produção deste calibre. Montado à mão nas oficinas de Le Brassus, pode fazer alarde de sua excepcional qualidade de execução e acabamento. As pontes, dispostas de maneira elegante e harmoniosa, são minuciosamente chanfradas e polidas de modo que apresenta apenas arestas recortadas e brilhantes.

As molduras dos rubis são diamantadas. As rodas exibem braços chanfrados e molduras diamantadas. Mesmo o contorno e a fenda dos parafusos são chanfrados. Quanto à decoração, realizada manualmente, a platina é perlada em ambas as faces e as pontes são ornamentadas com Côtes de Genève.

Finalmente, a massa oscilante, que foi também retrabalhada, é um monobloco de ouro 22 quilates. A sigla AP está rodeada por elementos recortados e chanfrados. Todo este conjunto se beneficia de um tratamento galvânico antracito, em linha com o espírito esportivo e técnico da coleção.


Características Técnicas

Caixas

Diâmetro de 44 mm, altura de 14,43 mm. Fundo com abertura de cristal de safira, gravado com a inscrição Royal Oak Offshore. Estanqueidade: 100 m.

Mostradores

Modelo em ouro rosa: preto com motivo "Mega Tapeçaria", contadores prateados. Índices aplicados em ouro rosa, facetados com revestimento luminescente.
Flange preto. Ponteiros das horas e minutos em ouro rosa, facetados, com revestimento luminescente.

Modelo em carbono: preto com motivo "Mega Tapeçaria", contadores pretos. Índices aplicados em ouro branco, facetados com revestimento luminescente.
Flange preto. Ponteiros das horas e minutos em ouro branco, facetados, com revestimento luminescente verde claro.

Modelo em aço: prateado e preto com motivo "Mega Tapeçaria", contadores pretos. Índices aplicados antracito em ouro branco, facetados, com revestimento luminescente. Flange prateado. Ponteiros das horas e minutos antracito, ouro branco, facetados, com revestimento luminescente.

Pulseiras

Borracha preta, ornamentadas com duas ranhuras.

Funções

Horas e minutos. Segundeiro pequeno (às 12 horas). Cronógrafo com ponteiro central, contador de 30 minutos (às 9 horas) e de 12 horas (às 6 horas).
Flange taquimétrico. Data.

Referências

Modelo em ouro rosa: 26400RO.OO.A002CA.01
Caixa, protetores de botões, terminais de fixação e fecho de fivela de ouro rosa; aro, coroa e botões de cerâmica preta.

Modelo em carbono: 26400AU.OO.A002CA.01
Caixa de carbono forjado; aro, coroa e botões de cerâmica preta; protetores de botões, terminais de fixação e fecho de fivela de titânio.

Modelo em aço: 26400SO.OO.A002CA.01
Caixa, protetores de botões, terminais de fixação e fecho de fivela de aço inoxidável; aro, coroa e botões de cerâmica preta.

Movimento

Calibre 3126/3840 de carga automática. Diâmetro total de 29,92 mm (13¼ linhas), diâmetro de encaixe 26 mm, altura 7,16 mm. 59 rubis. 365 componentes. Reserva de marcha de 60 horas. Frequência do balanço de 21.600 alternâncias por hora (3 Hz). Balanço de inércia variável com oito blocos de regulação e espiral plana. Porta-píton móvel do tipo Genebra.

Tige de três posições. Acabamento com decoração de todos os componentes; perlado sobre a platina; rodiado, chanfrado, espiralado e Côtes de Genève sobre as pontes. Molduras de rubis diamantadas e braços chanfrados sobre as rodas; contorno e fendas dos parafusos chanfrados. Massa oscilante de ouro 22 quilates parcialmente recortada com tratamento galvânico antracito.

BRANDPARTNERS